Brasil será o primeiro país da América do Sul a construir Parque Sustentável

eCycle

Critérios de sustentabilidade serão aliados a inovações tecnológicas na cadeia produtiva da construção

Ampliar as fronteiras da sustentabilidade e viabilizar o desenvolvimento de comunidades verdadeiramente verdes. Esta é a missão do Parque de Inovação e Sustentabilidade do Ambiente Construído (Pisac), que será construído no Campus da Universidade de Brasília (UnB), na cidade de Gama. O Brasil será o primeiro país da América do Sul a receber a construção.

O Pisac brasileiro seguirá exemplos de outros países que já possuem o parque. Serão introduzidas inovações tecnológicas aliadas aos critérios de sustentabilidade na cadeia produtiva da construção. A proposta visa que, no futuro este setor possa se tornar uma atividade com baixo impacto ambiental, com trabalhadores qualificados e um ritmo industrial de produção.

“O PISAC é um exercício concreto de pesquisa aplicada que integra responsabilidades, recursos e soluções tecnológicas como vetor de inovação e transformação, contribuindo para o desenvolvimento da cadeia produtiva da indústria da construção no Brasil”, afirmou Raquel Naves Blumenschein, coordenadora do Lacis da Universidade de Brasília.

Na quinta-feira, 11 de agosto, um protocolo de intenções entre as diferentes organizações envolvidas no projeto foi assinado durante o 83º Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC), em São Paulo.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o Laboratório do Ambiente Construído, Inclusão e Sustentabilidade da Universidade de Brasília (Lacis -UnB), o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Distrito Federal e o Building Research Establishment (BRE) apóiam o projeto.

Diferencial

A adoção de novos produtos, métodos construtivos ou modelos de gestão, podem proporcionar às indústrias maior eficiência no uso de insumos, diminuição do tempo de produção, maior velocidade de resposta às adversidades e redução do custo final do produto ao consumidor.

Segundo o projeto, a introdução de inovações tecnológicas aliada aos critérios da sustentabilidade representam oportunidades de mudança na qualidade de vida. A expectativa é de que o setor torne-se uma atividade de baixo impacto ambiental, com trabalhadores qualificados e com um ritmo industrial de produção.

Fonte: http://www.ecodesenvolvimento.org.br




 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail