Impactos e alternativas ao consumo do canudo de plástico

eCycle

Confira uma lista com nove dicas para reduzir os impactos ambientais gerados pelo uso do canudinho de plástico

canudinho de plástico

Os canudos são utilizados desde tempos remotos, mas a evolução para os modelos de plástico foi uma péssima opção, pois trouxe consequências ambientais significativas. Confira modelos e atitudes alternativas que você pode adotar para evitar o impacto ambiental dos canudinhos de plástico.

História do uso do canudo

Os primeiros canudos datam de 3.000 a.C.. Eles foram feitos pelas sumérias para evitar os subprodutos sólidos da fermentação da cerveja, que ficavam no fundo do copo. O canudo era basicamente um tubo de ouro enfeitado com pedras preciosas azuis, lembrando a bomba de chimarrão e de tererê utilizada pelos gaúchos.

Em 1800, o canudo de centeio (ou palha) se tornou popular por ser barato e macio. A desvantagem é que ele se desfazia facilmente com o contato com a água e dava sabor de centeio a todas as bebidas. Para resolver esse problema, surgiu o canudo de papel, que, em 1888, foi adaptado e patenteado por Marvin C. Stone.

Com a invenção do plástico, os canudinhos passaram a ser feitos em larga escala com esse tipo de material.

Impacto ambiental do uso dos canudinhos de plástico

O canudinho de plástico representa 4% de todo o lixo plástico do mundo e, por ser feito de polipropileno e poliestireno (plásticos), não é biodegradável, podendo levar até mil anos para se decompor no meio ambiente!

A produção do canudinho de plástico contribui para o consumo de petróleo, uma fonte não renovável; e seu tempo de uso é muito curto - cerca de quatro minutos. Mas o que são quatro minutos para nós equivalem a centenas de anos de poluição para o meio ambiente.

Se utilizarmos de exemplo canudos de seis milímetros de diâmetro, o volume ocupado pelo total usado pelos brasileiros em um ano equivale a um cubo de 165 metros de aresta, 50 metros mais alto que o edifício Copan, em São Paulo.

canudo de plástico

Se empilharmos os canudos consumidos peplos brasileiros em um ano em um muro de 2,10 metros de altura, seria possível dar uma volta completa na Terra, em uma linha de mais de 45.000 quilômetros de largura!

Presente nas praias, o canudo de plástico também é fonte de formação de microplástico, o formato mais prejudicial do plástico, que já está presente nos alimentos, no sal, nos organismos e até na água potável do mundo inteiro.

E não adianta usar o canudinho de plástico, jogar na lixeira e achar que está tudo bem. Mesmo se descartado corretamente, e levado para aterros legalizados, o canudinho pode escapar pela ação do vento (principalmente por ser leve) e ser carregado pela chuva para mares e rios, impactando toda a fauna aquática. Estima-se que 90% das espécies marinhas tenham ingerido produtos de plástico em algum momento.

Alternativas ao canudinho de plástico

1. Canudos de papel

canudinho de plástico

Os canudos de papel são alternativas menos nocivas do que o canudo de plástico, uma vez que se biodegradam mais facilmente. Entretanto, mesmo que sejam biodegradáveis, os canudos de papel também utilizam recursos naturais para sua produção e, por serem pensados para ser descartáveis, após o uso acabam sendo fonte de poluição até sua completa biodegradação.

2. Canudo de silicone

canudinho de plástico

Apesar de ser mais durável que o canudinho de plástico, o canudo de silicone não é reciclável e, um dia, por desgaste de uso, precisará ser descartado, se tornando uma forma de poluição.

3. Canudo de bambu

canudinho de plástico

O canudo de bambu é uma alternativa vantajosa, pois provém de fonte renovável (o bambu). É reutilizável, lavável, natural e leve.

4. Canudo de palha

canudo de plástico

Muito parecido com o canudo de centeio, o canudo de palha, inspirado nos modelos antigos, é um substituto ao canudo de plástico e é muito amigável ao meio ambiente. O canudo de palha é uma opção saudável para o corpo (principalmente se for palha orgânica), leve (fácil de carregar) e biodegradável.

5. Canudo de vidro

canudinho de plástico

Pronto, agora você já pode tomar sua água de coco sem culpa! Afinal de contas, apesar de não ser biodegradável, o canudo de vidro é reciclável, portátil, durável e, além tudo, elegante.

6. Canudo metálico

canudinho de plástico

Apesar de serem menos leves que os canudos de palha, bambu e papel, os canudos metálicos podem ser levados a qualquer lugar. Eles podem ser feitos de inox, aço cirúrgico e alumínio. Esse tipo de canudinho pode ser adquirido em conjuntos e vêm com limpadores internos. Eles não são tóxicos e há diversos modelos e tamanhos no estilo metálico.

7. Bomba de chimarrão

canudinho de plástico

Para quem já tem bomba de chimarrão em casa e nunca pensou em utilizá-la como uma alternativa ao canudinho de plástico, pode começar a usá-la a partir de agora. Algumas bombas de chimarrão (ou tererê, na versão gelada), possuem bombilhas (coador metálico em formato de colher, com pequenos furos para filtrar a erva) rosqueáveis, o que significa que você pode alternar seu uso entre bomba e canudo, conforme a necessidade. Algumas vêm com limpador interno para facilitar a higienização, mas você também pode adquirir o limpador em separado.

8. Use apenas o copo

Com exceção de pessoas que possuem alguma doença que as impede de comer com talheres e de questões de higiene (tomar na latinha não higienizada, por exemplo), o canudinho é dispensável. Então que tal utilizar o bom e velho copo? Mas não pode ser descartável!

9. Descarte corretamente

Nem tudo na vida ocorre como planejamos. Muitas vezes o uso do canudinho acaba sendo compulsório. Às vezes, mesmo avisando o garçom de que você não deseja o canudo de plástico, seu suco acaba vindo com um. Nesse caso, guarde seu canudinho e descarte-o corretamente, aumentando as chances dele ser reciclado. Confira quais são os postos de reciclagem mais próximos de sua residência nos mecanismos de busca gratuitos do Portal eCycle. Deixe sua pegada mais leve e contribua para a economia circular do plástico.

Para saber como reduzir sua produção de lixo plástico de uma olhada na matéria: "Como reduzir o lixo plástico no mundo? Confira dicas indispensáveis".

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail