Escovar os dentes com cúrcuma é uma boa?

eCycle

76% dos dentistas não conhecem as propriedades da cúrcuma para a saúde oral

escovar dentes com cúrcuma<>imagem de Lesly Juarez disponível no Unsplash

Escovar os dentes com cúrcuma é uma prática aderida por algumas pessoas. Além disso, o Ministério da Saúde instituiu a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), oferecendo o acesso pelo Sistema Único de Saúide (SUS) a homeopatia, plantas medicinais e fitoterapia, medicina tradicional chinesa/acupuntura, medicina antroposófica e termalismo social – crenoterapia. Essas práticas medicinais alternativas geram uma reflexão do nosso poder sobre nossa saúde. Manter a mente e o corpo sãos através de uma alimentação saudável e práticas terapêuticas pode evitar muitas doenças. Contudo, ainda existe uma forte resistência dos profissionais da saúde centrados na medicina tradicional.

A humanização é fundamental na saúde. As etapas de ouvir e examinar os pacientes em busca do diagnóstico muitas vezes ganham papel secundário nos tratamentos rápidos do cotidiano. Essa conduta é muito perigosa, pois está sujeita a interesses econômicos e promove um tratamento pragmático de sintomas que podem mascarar situações mais complexas.

Contudo, existe o outro lado da moeda. A medicina está atrelada à ciência. O bom embasamento é fundamental para o exercício da medicina sem charlatanismo. Essa é uma das principais críticas que são feitas acerca das terapias alternativas. De fato, os procedimentos medicinais devem ser feitos com muita ética e responsabilidade e o investimento em pesquisas relacionadas às plantas medicinais é de extrema importância para sua utilização de forma mais segura.

Uma das áreas em que a terapêutica fitoterápica ainda é pouquíssimo utilizada é a odontologia. Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz aponta que apenas 20% dos dentistas recomendam aos pacientes o uso de plantas medicinais e que cerca de 76% sequer conhecem suas reações.

Recentemente, uma polêmica envolveu a apresentadora Bela Gil, adepta da medicina ayurveda e o uso da cúrcuma na saúde oral. Houve uma grande reação dos dentistas e da mídia tradicional em condenar a sugestão da apresentadora. Bela Gil relatou que uso da cúrcuma diretamente sobre os dentes substituindo a pasta de dente industrializada para evitar componentes químicos. A cúrcuma, ou açafrão-da-terra, é uma especiaria utilizada milenarmente na medicina tradicional da Índia. Entre seus muitos benefícios comprovados pela ciência destacam-se as funções anti-inflamatória e a antibacteriana. Saiba mais na matéria: "Curcuma: os diversos benefícios para a saúde da rica especiaria indiana"

Apesar da cúrcuma ter suas potencialidades medicinais estudadas, não existem muitas pesquisas que relacionam o uso da cúrcuma na saúde oral. Um estudo da universidade indiana Bharati Vidyapeethaponta que o uso de cúrcuma como base para um enxaguante bucal é eficiente se aliado a, no mínimo, duas escovações diárias. Outro estudo, publicado no Journal of Natural Science, Biology, and Medicine relaciona diversas aplicações da cúrcuma na saúde oral. Por seu efeito anti-inflamatório, sua utilização é indicada em casos de processos inflamatórios. Dentre elas, a pesquisa indica que massagear com cúrcuma em pó auxilia a eliminar dores de dente e inchaços. O estudo ainda cita que o uso da receita de uma colher de chá de açafrão com meia colher de chá de sal e meia colher de chá de óleo de mostarda duas vezes ao dia pode gerar o alívio de gengivite e periodontite.

Já uma análise publicada no Journal of Food Science comprovou os efeitos inibidores do óleo essencial isolado a partir de Curcuma longa sobre as propriedades cariogênicas de Streptococcus mutans (S. mutans), que é uma bactéria importante na formação da placa e cáries dentárias.

Os estudos citados não sugerem a escovação da maneira recomendada por Bela Gil, mas a literatura científica relacionada, embora escassa, dá respaldo sobre suas potencialidades.

Diversas são as receitas de pasta de dente utilizadas por aqueles que desejam fugir dos compostos químicos presentes na pasta de dente convencional. A polêmica em torno destas é grande, e ainda se mostram necessárias pesquisas adicionais que permitam seu uso com mais confiança e segurança. Uma das principais críticas dos dentistas é a ausência de flúor nessas misturas caseiras. O fluor é importante para a remineralização dos dentes e a prevenção de cáries. Porém seu excesso pode causar fluorose e alguns estudos mostram até queda de QI associada ao flúor.

Vale lembrar que o maior benefício da escovação vem da retirada da sujeira pelo ato mecânico de passar a escova e o fio dental nos dentes. Também é muito importante trocar a escova de dentes periodicamente para evitar contaminações e mantê-la em locais limpos e secos. Nosso corpo é uma estrutura muito complexa e todos nossos hábitos se interligam no processo de manutenção de uma vida saudável. Além de hábitos de higiene bucal, o estabelecimento de uma dieta alimentar balanceada reduz a incidência de cáries e outros problemas bucais.

Se você está em busca de receitas de pasta de dente caseira sem compostos químicos, dê uma olhada na matéria: "Creme dental caseiro: veja como fazer pasta de dente natural".

Para saber como descartar corretamente seus tubos de pasta de dente usados, confira a matéria: "Como descartar tubo de pasta de dente?".


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail