Quais os impactos ambientais de cada meio de transporte?

eCycle

Enquanto cargas e pessoas são transportadas, muito resíduo é gerado

Os meios de transporte, como qualquer atividade humana, geram impactos ambientais. O ministério do Meio Ambiente define resíduos de transporte como: os originários de portos, aeroportos, terminais rodoviários e ferroviários. Contudo, muitos não conseguem enxergar com muita clareza o potencial de geração de resíduos que esses tipos de serviços podem trazer. Saiba mais sobre como o meio de transporte que você escolhe afeta o planeta.

Transporte aéreo

O serviço de transporte aéreo no Brasil é administrado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Quanto às questões ambientais, ela possui programas específicos que desenvolvem o gerenciamento de resíduos sólidos e riscos ambientais, que têm como objetivo o manejo apropriado dos resíduos gerados no aeroporto de acordo com a legislação.

De acordo com um estudo realizado pelo Sistema nacional de Informações sobre a gestão dos Resíduos Sólidos (Sinir), os principais resíduos que oferecem possíveis riscos de contaminação ao meio ambiente são causados pelo transporte, manuseio e uso inadequado de produtos que são considerados perigosos e nocivos ao meio ambiente e à saúde humana.

Dentre essas atividades, e com alto potencial de risco, estão o abastecimento de aeronaves, oficinas de refrigeração e armazenamento de combustíveis e de cargas perigosas. Este tipo de material, em contato direto com um ser humano, pode causar danos à saúde. Em contato com o meio ambiente, pode causar sérias contaminações. Existem diversos outros tipos de resíduos gerados nos aeroportos, como por exemplo a enorme quantidade de matéria orgânica e de resíduos sólidos das praças de alimentação.

Abaixo, uma imagem de resíduos gerados dentro de aeroportos:

Lixo em aeroporto
Ainda de acordo com o estudo da Sinir, alguns dos aeroportos estudados realizam a separação dos resíduos sólidos e recicláveis, que são recolhidos por cooperativas de coleta. O mesmo acontece com os resíduos perigosos, sendo armazenados e destinados corretamente. Abaixo, podemos ver uma imagem de ponto de coleta de lixo no saguão de um aeroporto:

Coleta seletiva no aeroporto

Transporte aquático

De acordo com o estudo realizado pelo Ministério do Meio Ambiente, no setor aquaviário, existem diversos tipos de resíduos, como restos de cargas, resíduos de papel e plástico, resíduos domésticos gerados nas cantinas, lavanderias, sanitários e restos de mercadorias; assim como resíduos perigosos como lubrificantes, vernizes, solventes e baterias usadas.

Esses resíduos gerados nos portos devem ser armazenados em baias dentro de depósitos fechados, seguindo a gestão integrada de resíduos para que esses materiais possam ser manuseados, armazenados e encaminhados a um destino adequado. Um dos instrumentos utilizados para tornar esse controle dos resíduos é o uso de uma ficha de caracterização de resíduos gerados, a partir da qual é possível destiná-los para o contêiner específico padronizado por cor.

Transporte terrestre

O serviço de transporte terrestre também pode gerar uma série de resíduos. De acordo com um estudo realizado pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), existem cerca de 9 milhões de carros e 400 mil de caminhões sucateados pelo país.

O material em deterioração dos veículos pode contaminar o solo e o lençol freático, e contribuir com a proliferação de doenças; além da geração de grande quantidade de pneus, estes que muitas vezes não são armazenados corretamente, resultando em problemas ambientais e também sociais (pelo fato de causarem a proliferação de doenças, como a dengue).

A emissão de poluentes atmosféricos pelos veículos é um dos principais resíduos gerados, ainda mais pelo fato de existir uma grande quantidade de veículos muito velhos, causando assim uma emissão ainda mais expressiva de gases poluentes na atmosfera.

Tudo isso sem contar a falta de educação de muitas pessoas que descartam objetos incorretamente ao longo de viagens. Algumas imagens abaixo mostram o armazenamento incorreto de pneus e carcaças de carros abandonados:

Pneus abandonados
Carros abandonados

Uma das formas de tentar reduzir esses impactos de geração de poluentes é a inspeção ambiental, que é parecida com a realizada em São Paulo. Outro meio de reduzir os impactos é a criação de postos de coleta e tratamento de veículos, em que estes possam ser desmontados, de modo que as peças reaproveitadas e os fluidos, que são altamente contaminantes, sejam armazenados e descartados corretamente.

Combate

De maneira geral, um gerenciamento melhor dos resíduos é a solução para esse tipo de problema, tanto por parte de órgãos governamentais, que devem oferecer opções para recuperação de peças e descarte correto de veículos (sejam eles terrestres, aquáticos ou aeronáuticos) ou por parte da conscientização dos trabalhadores dos meios em questão e de quem utiliza os tipos de transporte citados.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail