Guia do sabão

Apesar de limpar, o sabão pode sujar e muito o meio ambiente

Muita gente não sabe, mas o sabão produto é um grande poluente. Fizemos de tudo: procuramos as melhores marcas, testamos algumas receitas e até pensamos em como evitar o consumo do produto. Confira nossas matérias e entenda o que é e como usar da maneira correta esse material.

Quando se trata de produtos de limpeza, não há muita novidade. Os sabões que usamos todos os dias na limpeza são sempre os mesmos. Sabão em pó, sabão em barra, de coco ou glicerina, e os detergentes para a louça. Sem segredo, podemos fazer escolhas mais sábias na hora de ir às compras e evitar alguns perigos ao meio ambiente. Não há como garantir que estamos usando produtos de limpeza sem nenhum dano à natureza, mas existem maneiras simples de fazer as melhores escolhas.

Detergentes

Todos os detergentes comercializados no Brasil devem, por lei, conter tensoativo biodegradável, desde 1982, de acordo com as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O jeito é preferir produtos que tenham compostos naturais e evitar aqueles a base de glicerina.

Sabão em pó

Ele é indispensável para o consumo, e para ele ser bom, deve deixar as roupas muito brancas. Para isso os fabricantes adicionam cloro, esse agente é responsável pela eliminação que muitos micro-organismos  que são importantíssimos para o equilíbrio águático, resultado: mais impacto ambiental, veja como podemos substituir o sabão.

Sabão em pedra

No caso do sabão em pedra, o interessante é observar o tensoativo e as matérias-primas. Sempre devemos dar preferência para os produtos que usam componentes renováveis. Já comentamos o porquê desses cuidados e temos sempre que pensar que, quanto mais artesanal o produto, potencialmente menor a agressão ao meio ambiente. Então, nada como fazer o próprio sabão. Assim, além de aproveitar o óleo velho usado de casa, ainda conseguimos usar um produto que temos certeza do que é feito. O mais importante é manter o PH neutro (7), para que não haja alteração de PH na água que receber seus resíduos. Veja aqui a matéria da eCycle sobre o tema.

Seja criativo

A dica é usar mais energia humana no trabalho: varrer a casa e tirar o pó superficial dos móveis usando um pano com água.  Isso já é o suficiente para melhorar o aspecto do local. Mas há casos em que não tem jeito - gorduras de fogão, por exemplo. Uma alternativa é a velha água quente com sabão. Apesar de o sabão ser um produto químico, ele não contém fosfato, como acontece com alguns detergentes. Os modernos vaporizadores nada mais são do que uma sofisticação tecnológica dessa antiga e eficiente prática de limpeza.

Outra boa dica é lembrar-se das receitas antigas, em que os produtos eram os próprios ingredientes de comida. Exemplos: vinagre é muito bom para tirar manchas de tecido; limão e açúcar ajudam a remover ferrugem e dão brilho para as panelas; bicarbonato de sódio serve para limpar pias, bidês e vasos sanitários em banheiros, além de substituir o cloro na remoção de limo. Basta deixá-lo agir por uma hora e depois retirar o limo com uma mistura de suco de limão e sal.

Agora que você já tem as informações, siga as dicas para evitar contaminações e mais poluição em vez de limpeza.


Veja também:


 

Comentários  

 
+1 #1 2013-06-04 18:14
ADOREI AS DICAS,AJUDAMOS NOSSO BELO PLANETA E NOSSO BOLSO
PARABENS.
Citar
 
 
0 #2 2016-08-04 21:29
Adoreeeeeei a receita do sabao, já fiz muitos, nunca deram certo, mas essa receita nas proporções adequadas foi o que deu certo. Obrigado, valeu a dica, continuem, com elas.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail