Distrito de Estocolmo utiliza tubos de sucção para reaproveitar resíduos

Após "viagem", resíduos são transformados em biogás ou energia

A gestão de lixo em Estocolmo parece ficção científica. Em vez de jogar seu lixo fora, a cidade faz um incrivel reaproveitamento de resíduos em que você simplesmente o coloca em um duto, que o suga até uma estação de tratamento e produção de biogás e adubo. Essa realidade é bem distante na imensa maioria de países do mundo, mas já funciona em um distrito da cidade sueca de Estocolmo.

Conhecida como Hammarby Sjostad, a localidade, que era subutilizada na cidade, foi planejada para ser totalmente sustentável no fim dos anos 90. Ela deve ter a população de 27 mil habitantes em 2017, quando projeto de coleta não tradicional será totalmente concluído.

Para diminuir o tráfego de caminhões e aumentar ainda mais o índice de reciclagem (que não era tão alto na época - hoje em dia está em 99%), um sistema de tubos de sucção entrou em operação em 1997.

O lixo reciclável mais usual, como metal e plástico, não utiliza o sistema (ele é coletado da maneira tradicional). O restante entra em um dos 453 pontos de sucção espalhados pelo distrito. Há três entradas específicas para tipos diferentes de itens: jornais, restos de comida e lixo "combustível" (como embalagens de pizza).

O lixo combustível se torna energia para esquentar água e para ser utilizada na calefação doméstica. Os restos de comida se transformam em adubo e biogás, que é usado nas residências e ônibus.

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail