Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Conheça os sacos de cultivo, uma alternativa para vasos e outros meios de plantação

Os sacos de cultivo são um meio de plantio em forma de sacos, que podem ser de diferentes tipos de materiais respiráveis, como o feltro. Muitas vezes usados como uma alternativa para a jardinagem ao ar livre, esses sacos são versáteis e podem ser incorporados até no paisagismo interno. 

Diferentemente de vasos de cerâmica, plástico e argila, os sacos de cultivo oferecem praticidade e leveza. Porém, também podem ser usados por estética. A regra é: se você consegue plantar em um vaso, também conseguirá plantar nos sacos! 

Plantas de raízes curtas prosperam mais dentro dos sacos de cultivo, como as plantas do tomate, batata, folhas verdes, ervas, pimentas e outros vegetais similares. Eles oferecem um espaço maior que os vasos, uma vez que possibilitam que as plantas cresçam com mais facilidade que recipientes de plástico ou argila. 

Interessado? Conheça algumas das vantagens e desvantagens dos sacos de cultivo

Vantagens do saco de cultivo

  • Espaço: vasos convencionais podem aprisionar as raízes de plantas, que continuam crescendo mesmo sem muito espaço, o que compromete a sua saúde. Já nos sacos de cultivo, as raízes param de crescer quando entram em contato com o ar. 
  • Circulação: a circulação de ar oferecida pelos sacos resultam em plantas mais saudáveis.
  • Temperatura: os sacos podem ajudar a regular a temperatura das plantas, que podem acabar superaquecendo em vasos normais quando expostas à luz solar por muito tempo. 
  • Drenagem: a drenagem desses meios de plantação é melhor, o que ajuda a evitar a criação de fungos ou bactérias que são associados à umidade. 
  • Praticidade: de fácil manuseio, mais leves e práticos que vasos convencionais. 
  • Biodegradáveis: quando enterrados, dependendo do material, podem se decompor — para que isso aconteça, procura sacos biodegradáveis, de algodão ou outros materiais isentos de plástico. 
  • Reutilizáveis: dependendo do material, podem ser lavados e reutilizados.

Desvantagens do saco de cultivo

Além de não serem tão agradáveis aos olhos, os sacos de cultivo podem, também, oferecer outras desvantagens. 

  • Custo: embora na maioria das vezes barato, pode não compensar. O material não é tão resistente quanto outros meios de plantação, como vasos de cerâmica ou argila e devem ser substituídos com maior frequência. 
  • Mais água: as plantas em sacos devem ser regadas mais vezes por conta de seu alto poder de drenagem. 
  • Mais fertilizante: plantas cultivadas em sacos também podem precisar de mais fertilizantes que as cultivadas em vasos ou diretamente no solo.
  • Material não-biodegradável: como muitos estilos de sacos são feitos a partir de plástico ou fibras que contém esse material, eles podem não ser biodegradáveis e contribuir para a poluição plástica ao se desfazer, ou ao serem enterrados. 
  • Vida útil: duram de 2-3 estações de plantio.

O que plantar? 

Você pode plantar o que quiser em sacos de cultivo, considerando que use o tamanho certo. As melhores plantas para cultivar nesses meios são: 

  • Tomates
  • Batatas
  • Pimentas
  • Pepinos
  • Berinjelas
  • Abobrinhas

Manutenção e dicas

Decidiu aderir aos sacos de cultivo? Siga algumas dicas para que suas plantas floresçam.

  • Orifícios de drenagem: se utilizar sacos de plástico, crie alguns buracos para a drenagem do solo;
  • Água: regue as plantas pelo menos uma vez por dia durante o verão e dias mais quentes. Contudo, teste o solo primeiro; 
  • Manutenção durante o inverno: em locais mais frios, algumas plantas não sobrevivem ao inverno. É possível fechar os sacos e realocá-los para locais mais quentes;

Por fim, os sacos de cultivo são um jeito prático de começar a jardinagem ao ar livre. Gostou de seus benefícios? Experimente-os! Quer outras dicas para começar a sua própria horta? Confira nosso vídeo: