Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Projeto que surgiu em Seattle (EUA) tem como objetivo criar prédios a preços acessíveis abastecidos de energia solar adquirida dos próprios telhados

Apesar do assunto energia solar não ser uma super novidade, esta fonte de energia ainda não é tão disseminada no mundo. É uma forma de energia limpa e renovável, mas ainda é um investimento muito caro que nem todos podem ter acesso. Sem contar que sua produção e descarte também têm consequências ao meio ambiente (bem menos danosas que as formas mais tradicionais, mas têm).

Em um bairro da cidade de Seattle, nos EUA, chamado Capitol Hill, um prédio foi construído com painel solar em seu telhado para gerar energia aos moradores. O prédio dispõe de um design simples e moderno de apenas três andares.

Essa é a Community Solar (Comunidade Solar), um projeto da Capitol Hill Ecodistrict e se baseia em três principais metas: produzir energia limpa, apoiar a economia regional de energia limpa e reduzir o longo prazo de custos operacionais das moradias acessíveis.

A Capitol Hill Ecodistrict afirma ser um grupo com o intuito de liderar sua vizinhança a ser um modelo nacional de sustentabilidade ambiental e comunidade saudável.

De acordo com o grupo, o edifício citado foi o primeiro de muitos prédios a serem construídos, todos baseados em um projeto que visa a construir moradias a preços acessíveis, financiados colaborativamente e já com essa instalação de placas solares. É o chamado “mecanismo colaborativo de crescimento”, que possibilita que mais pessoas contribuam e se beneficiem da energia solar.

Nos EUA, a indústria de energia solar emprega mais do que Google, Apple, Twitter e Facebook juntos.

Quer saber como instalar o equipamento solar na sua casa? Clique aqui.

Fonte: Grist

Veja também:
Fundo criado por Google investirá US$ 250 mi para popularizar energia solar
Instalação de aquecedores introduz o uso de energia solar na casa de famílias de baixa renda
Produzir energia solar é viável para 15% dos domicílios brasileiros