Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Site que encurta URLs planta uma árvore a cada mil endereços diminuídos

O Twitter, rede social em que é possível postar conteúdos de até 140 caracteres, atingiu a marca de 301 milhões de usuários em maio de 2011. No momento de postar um link em um “twitt”, o usuário precisa encurtar o endereço da página em questão (a URL), senão sobra pouco espaço para digitar uma mensagem de recomendação. Mas o que isso tem a ver com meio ambiente?

O webdesigner Lucas von Mecheln Bitencourt e os amigos  Renoir Faria, Bruno Fabre e Rafael Fabre tiveram a ideia de montar o projeto Verd.in. Aparentemente se trata de mais um site encurtador de URL. A diferença é que a cada mil URLs encurtadas, os realizadores do projeto plantam uma árvore.

Com a quantidade de encurtações diárias atual (entre 400 e 500), uma nova árvore é plantada a cada dois dias, em média. As mudas serão plantadas em conjunto com o projeto Itajaí Mais Verde, na cidade catarinense de Itajaí. Um blog que mostrará fotos e vídeos das mudas plantadas está sendo desenvolvido para que usuários do Verd.in comprovem que os links encurtados realmente são transformados em árvores.

Objetivo
A ideia, segundo os organizadores, não é salvar florestas ou arborizar cidades, mas contribuir para evitar a degradação do planeta, além de divulgar novos projetos relacionados com o meio ambiente. “É claro que este site não irá salvar o planeta de problemas maiores como o aquecimento global, mas com a ajuda de todos, poderemos plantar algumas árvores e assim ajudar o nosso planeta de alguma forma”,  diz o texto de apresentação do projeto, no próprio site.

A eCycle, a partir de hoje (23 de maio de 2011) irá contribuir com o projeto e encurtará todos os seus links no Twitter e no Facebook por meio do Verd.in. Participe você também!

Veja também:

Produção de energia eólica aumenta 44,5% em um ano no Brasil

São Paulo terá sacos de lixo específicos para reciclagem

Além de sustentável, bicicleta pode servir até como instrumento musical