Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Embora a ideia de parto natural esteja atrelada ao ambiente doméstico, ele também pode ser feito em um hospital

Imagem editada e redimensionada de Tim Bish está disponível no Unsplash

O parto natural, historicamente, tem sido definido como uma forma de dar à luz sem medicamentos e intervenção médica. Entretanto, todas as formas de nascer são naturais, seja dentro de uma banheira em casa ou em um hospital, por meio de uma cesariana. O importante é que a decisão da parturiente seja respeitada e que a forma pela qual o parto for feito seja a melhor para a mãe e o bebê.

Sem o uso de medicamentos, incluindo analgésicos, as mulheres recorrem a técnicas de relaxamento e respiração controlada para ajudar a aliviar a dor. Embora a ideia de parto natural esteja atrelada ao ambiente doméstico, ele também pode ser feito em um hospital, com ou sem a presença de uma parteira ou doula.

Por que escolher o parto natural

Se você acha que dar à luz sem medicação parece impossível, há muitas razões pelas quais algumas mulheres optam por fazê-lo. A medicação para dor pode afetar o trabalho de parto, como acelerar ou desacelerar. Também pode apresentar efeitos colaterais, como baixar a pressão arterial da mãe ou causar náusea.

Algumas mulheres escolhem ter uma parto natural porque desejam ter mais controle sobre o processo, incluindo o tratamento da dor. Ainda há aquelas que acreditam que dispensar medicamentos ajuda a aproximar a experiência do parto e a lembrar do acontecimento mais claramente.

Quais são os riscos?

A dor é um fator presente em maior ou menor intensidade em todas as mulheres que parem de forma natural. Mesmo se você já teve um bebê antes, não é possível saber o quão intensa será sua dor durante o parto ou quão bem será capaz de lidar com ela.

Independentemente de você usar analgésicos ou não, haverá risco de complicação, como perda de sangue intensa ou problemas com o cordão umbilical. Essas complicações podem ser mais difíceis de detectar ou tratar sem intervenção médica.

Se você optar por ter um parto sem analgésicos, podem permanecer em aberto outras opções, como uma cesariana de emergência, se for clinicamente necessário. Mulheres com gravidez de baixo risco são as melhores candidatas a um parto sem analgésicos.

Quando repensar se o parto natural é o melhor para você

Se você tiver uma gravidez de alto risco, sua médica ou médico pode recomendar que você não tenha um parto natural. Sua gravidez pode ser considerada de alto risco se você:
  • Tem mais de 35 anos;
  • Bebeu álcool ou usou drogas durante a gravidez;
  • Fez uma cirurgia prévia no útero, como uma cesariana;
  • tem um histórico de condições médicas, como diabetes, pré-eclâmpsia ou problemas de coagulação do sangue;
  • Carrega mais de um feto;
  • Teve complicações durante a gravidez, como restrição do crescimento fetal ou problemas com a placenta.

O que esperar durante um parto natural

Você deixa seu trabalho de parto espontaneamente e progride sem intervenção médica até dar à luz. Seu trabalho não é induzido ou acelerado, a menos que seja clinicamente necessário.

Se você planeja ter seu bebê em um hospital ou em um centro de parto, sua médica ou parteira podem ajudá-la a escolher a melhor hora de parir. Dependendo das preferências, você pode ser monitorada constantemente, como um monitor cardíaco fetal.

Quando seu corpo estiver pronto, você terá um parto vaginal na posição de parto que achar mais confortável. Você não terá intervenção médica a menos que seja necessário para a segurança ou saúde sua ou do seu filho.

Como em todos os tipos de parto, o nascimento leva uma quantidade de tempo diferente para todos. Sem intervenção médica, seu colo do útero se dilata naturalmente e você não recebe remédios para acelerar o trabalho de parto.

Por outro lado, intervenções médicas como epidurais também podem retardar o trabalho de parto. E lembre-se de que o parto geralmente leva mais tempo também para as mães de primeira viagem.

O nível de dor do parto também é diferente para todas. Existem vários métodos comuns de alívio da dor que você pode usar durante o parto.

Métodos naturais para aliviar a dor do parto

  • Técnicas de respiração;
  • Massagem;
  • Chuveiro ou banheira quente. Você também pode dar à luz em uma banheira, dependendo do que o centro de parto ou o hospital oferece;
  • Encontrar a posição mais confortável para você;
  • Técnicas de distração, como música ou jogos
  • Almofada de aquecimento ou bolsa de gelo
  • Bola de nascimento
  • Acupressão
  • Suporte emocional

Na maioria dos casos, você poderá ficar com seu bebê logo após o nascimento e começar a amamentar, se assim o desejar. Para se preparar para um parto sem intervenção médica, verifique se seu plano de parto é claro e se sua médica, parteira, doula ou outras pessoas de apoio sabem como você deseja que seu trabalho de parto seja realizado.

Você também pode optar por ir às aulas de educação sobre parto, sozinha ou acompanhada, para aprender o que esperar, bem como técnicas de controle da dor e relaxamento. Certifique-se de praticar essas técnicas para encontrar as que funcionam melhor para você.

Assista, a seguir, um vídeo de parto natural com cenas emocionantes:



Veja também: