Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Nativa da região amazônica equatorial, a guayusa é rica em antioxidantes

Imagem editada e redimensionada de DMTrott, está disponível no Wikimedia e licenciado sob CY BY-SA 4.0

Guayusa, de nome científico Ilex guayusa, é uma planta arbórea nativa da região amazônica equatorial. Suas folhas são conhecidas desde tempos remotos por proporcionar benefícios à saúde, incluindo propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias (confira aqui estudo a respeito: 1).

O chá de guayusa tem se tornado cada vez mais popular. Entenda para que serve e seus benefícios:

O que é guayusa?

As árvores de guayusa podem crescer entre seis e 30 metros de altura, produzindo folhas verdes e perenes. Embora encontrada em toda a floresta amazônica, essa espécie é mais amplamente cultivada no Equador (confira aqui estudo a respeito: 2).

Tradicionalmente, suas folhas são colhidas, secas e fabricadas para fazer chá de ervas. Mas também é possível encontrar a guayusa na forma depó e extrato, que podem ser adicionados a produtos como bebidas energéticas e chás. Essa planta apresenta concentrações significativas de cafeína e é uma rica fonte de antioxidantes e outros compostos vegetais benéficos (confira aqui estudo a respeito: 1).

Para que serve

Embora a pesquisa seja limitada, o guayusa pode fornecer vários benefícios à saúde.

Pode melhorar o humor e a concentração

A guayusa contém cafeína, um estimulante conhecido, oferecendo benefícios semelhantes aos do café comum (confira aqui estudo a respeito: 3).

Além disso, contém teobromina, um alcaloide estruturalmente semelhante à cafeína, que também pode ser encontrado em alimentos como chocolate e cacau em pó (confira aqui estudo a respeito: 4). Em combinação, foi demonstrado que a cafeína e a teobromina aumentam o humor, a atenção e a concentração (confira aqui estudo a respeito: 5).

Um estudo em 20 adultos saudáveis ​​descobriu que uma mistura de cafeína (19 mg) e teobromina (250 mg) pode melhorar a função cerebral de curto prazo.

É rica em antioxidantes

Estudos revelam que a guayusa possui vários antioxidantes (confira aqui os estudos a respeito: 2, 7, 8). Essas substâncias reduzem o estresse oxidativo, combatendo os radicais livres. Eles podem ajudar a diminuir o risco de várias doenças crônicas (confira aqui estudo a respeito: 9).

A guayusa é particularmente rica em um grupo de antioxidantes polifenóis conhecidos como catequinas, que podem proteger contra inflamações, doenças cardíacas, câncer e diabetes tipo 2 (confira aqui estudos a respeito: 10, 11, 12, 13).

Pode estabilizar o açúcar no sangue

Você pode ter alto nível de açúcar no sangue se o seu corpo não conseguir transportar o açúcar do sangue para as células. Se não tratada, essa condição pode levar ao diabetes tipo 2. Embora o mecanismo exato seja incerto, o guayusa pode ajudar a diminuir o açúcar no sangue.

Em um estudo de 28 dias em camundongos não diabéticos, os suplementos de guayusa demonstraram diminuir significativamente os níveis de açúcar no sangue, suprimir o apetite e reduzir o peso corporal (confira aqui estudo a respeito: 14).

A pesquisa atual é muito limitada e seus resultados não se aplicam necessariamente aos seres humanos. Mais estudos em humanos são necessários.

Pode ajudar na perda de peso

Devido ao seu alto teor de cafeína, a guayusa pode promover a perda de peso devido ao seu alto teor de cafeína.

A cafeína é um estimulante natural que ajuda a aumentar o metabolismo, aumentando assim o número de calorias que seu corpo queima. Estudos também revelam que diminui o apetite (confira aqui estudos a respeito: 15, 16, 17).

No entanto, muitos desses benefícios podem ser apenas de curto prazo, pois os efeitos da cafeína parecem diminuir ao longo do tempo (confira aqui estudo a respeito: 18). Além disso, a maioria dos estudos usa doses extremamente altas que você não alcançaria com uma caneca ou duas de chá guayusa. Por fim, são necessárias mais pesquisas sobre a ingestão a longo prazo e baixa dose de cafeína.

Efeitos colaterais de beber muita guayusa

Em geral, ingerir guayusa é muito seguro. Com moderação, não está associado a nenhum efeito adverso (confira aqui estudo a respeito: 8). Entretanto, doses excessivas de cafeína podem causar sintomas como inquietação, ansiedade e insônia. No entanto, a guayusa – apesar do seu teor de cafeína – não parece causar o nervosismo associado a outras bebidas com cafeína, como o café (confira aqui estudo a respeito: 19)

Ainda assim, como muitos chás, a guayusa contém taninos – compostos que podem interferir na absorção de ferro e provocar náuseas, principalmente se consumidos com o estômago vazio (confira aqui estudos a respeito: 20, 21, 22). É provável que os taninos não prejudiquem a saúde em baixas quantidades encontradas no chá, mas as pessoas com deficiência de ferro podem precisar limitar sua ingestão.

Como fazer chá guayusa

Chá de guayusa é incrivelmente fácil de fazer. Você pode apreciá-lo quente ou servi-lo gelado com gelo. No entanto, devido ao seu teor de cafeína, pode ser necessário evitar consumi-lo antes de dormir.

É mais provável encontrar guayusa na forma de folhas soltas.

Para preparar esse chá, adicione uma colher de chá (cerca de 2 gramas) de folhas soltas de guayusa a uma caneca e despeje 240 ml de água fervente. Deixe por cinco a sete minutos, ou até atingir a intensidade que desejada.



Veja também: