Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Sushi serviu de inspiração para o projeto

Na cultura ocidental, comer insetos é mais que um tabu, é algo inaceitável. Todos acham que sua aparência é repugnante, suja e nojenta. Mas e se você comer um inseto em um prato em que, aparentemente, não contem nenhum traço do animal?

Esse é o princípio do Ento, um projeto criado por estudantes e que tem como objetivo implementar um conceito de alimentação de baixo impacto ambiental.

O projeto começou com uma série de barracas e pequenos restaurantes móveis espalhados pela Inglaterra, onde foram servidos produtos com ingredientes como lagartas. Agora, a ideia é expandir, com a criação de um restaurante e quantidades maiores de pequenos estabelecimentos.

Inspiração japonesa

A inspiração para o projeto veio da culinária japonesa. Antes considerado estranho o fato de se comer peixe cru, hoje, no ocidente, a cozinha japonesa é apreciada em larga escala.

Além de tudo, o processo de produção de alimentos a base de insetos é mais sustentável do que a produção de todos os tipos de carne existentes, sem contar que os insetos também podem ser fontes de proteína (veja mais aqui).

No entanto, apesar de evidente, é bom lembrar que se trata de um tipo de alimentação não vegetariano. Os insetos são parte do reino animal e seu consumo, se for feito de modo mal orientado, pode causar desequilíbrio ambiental, sem contar a possibilidade de sofrimento por parte dos animais (veja mais aqui).

Pode parecer nojento, mas acha que a moda pega? Você entraria nessa onda?

Imagem: http://cargocollective.com/ento

Veja também: