Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Conheça a história do Dia Internacional da Mulher, data que celebra as conquistas e reivindica os direitos das mulheres

Imagem de OpenClipart-Vectors em Pixabay

O Dia Internacional da Mulher, celebrado anualmente em 8 de março, é uma data comemorativa global que celebra as conquistas sociais, econômicas, culturais e políticas das mulheres. O dia também marca um apelo à ação para acelerar a paridade de gênero. Uma atividade significativa é testemunhada em todo o mundo à medida que grupos se reúnem para celebrar as conquistas das mulheres e se unir pela conquista de direitos igualitários.

Por que 8 de março?

A história do Dia Internacional da Mulher começa em fevereiro de 1990, quando o Partido Socialista da América celebrou a presença de 15 mil mulheres em um protesto contra as longas horas de trabalho, baixos salários e a falta de direito de voto na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. No ano seguinte, em Copenhague, capital da Dinamarca, a líder socialista alemã Clara Zetkin sugeriu, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, a elaboração de uma agenda de ações em prol dos direitos das mulheres.

Em 1911, aconteceram várias manifestações ao redor do mundo, encabeçadas pelo movimento feminista e pelo movimento operário. Foi a partir daí que diferentes datas, entre fevereiro e março, passaram a ser escolhidas para celebrar o Dia da Mulher em vários países.

Em 8 de março de 1917, um grupo de mulheres operárias tomou as ruas em uma manifestação contra a fome e contra o caos provocado pela Primeira Guerra Mundial. Elas foram fortemente repreendidas, e o episódio acabou dando início à Revolução Russa.

Após o ocorrido, o movimento internacional socialista anunciou essa data como o Dia Internacional da Mulher, e várias celebrações passaram a ser realizadas no mesmo dia em diversos países. No entanto, muitas pessoas acreditam que a data foi escolhida após um incêndio na Triangle Shirtwaist Company, uma fábrica de tecidos, em 25 de março de 1911, quando várias mulheres operárias morreram. De fato, o evento foi um incentivo adicional para a escolha de uma data específica em prol das mulheres, embora não tenha sido o elemento motivador central.

Em 1975, as Nações Unidas declararam o dia 8 de março como a data oficial de celebração do Dia Internacional da Mulher. Em 1996, a organização começou a adotar um tema para cada ano. O primeiro tema foi “Comemorando o passado, planejando para o futuro”. Entenda melhor a história do Dia Internacional da Mulher acompanhando a linha do tempo a seguir.

Linha do tempo do Dia Internacional da Mulher

1908

Grande inquietação e debate crítico estavam ocorrendo entre as mulheres. A opressão e a desigualdade das mulheres estavam estimulando as mulheres a se tornarem mais vocais e ativas na campanha por mudanças. Então, em 1908, 15.000 mulheres marcharam pela cidade de Nova York exigindo menos horas, melhores salários e direitos de voto.

1909

De acordo com uma declaração do Partido Socialista da América, o primeiro Dia Nacional da Mulher foi anunciado nos Estados Unidos em 28 de fevereiro. As mulheres continuaram a celebrar a data no último domingo de fevereiro até 1913.

1910

Em 1910, uma segunda Conferência Internacional de Mulheres Trabalhadoras foi realizada em Copenhague. Uma mulher chamada Clara Zetkin (líder do ‘Gabinete da Mulher’ para o Partido Social Democrata na Alemanha) apresentou a ideia de um Dia Internacional da Mulher. Ela propôs que todos os anos, em todos os países, houvesse uma celebração no mesmo dia para pressionar por suas reivindicações.

1911

Seguindo a decisão acordada em Copenhague, na Dinamarca, em 1911, o Dia Internacional da Mulher foi homenageado pela primeira vez na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça em 19 de março. Mais de um milhão de mulheres e homens participaram de comícios pelos direitos das mulheres de trabalhar, votar, ser treinada, ocupar cargos públicos e acabar com a discriminação.

No entanto, menos de uma semana depois, em 25 de março, o trágico incêndio na fábrica Triangle Shirtwaist Company (evento que ficou conhecido como Triangle Fire), na cidade de Nova York, tirou a vida de mais de 140 mulheres trabalhadoras, a maioria delas imigrantes italianas e judias.

Esse evento desastroso atraiu atenção significativa para as condições de trabalho e a legislação trabalhista nos Estados Unidos, que se tornaram o foco dos eventos subsequentes do Dia Internacional da Mulher. O ano de 1911 também foi palco da primeira campanha feminina Pão e Rosas.

1913-1914

Na véspera da campanha pela paz da Primeira Guerra Mundial, as mulheres russas celebraram seu primeiro Dia Internacional da Mulher em 23 de fevereiro, último domingo daquele mês. Após as discussões, o Dia Internacional da Mulher foi combinado para ser marcado anualmente em 8 de março, que permaneceu como a data global para o Dia Internacional da Mulher desde então.

Em 1914, outras mulheres em toda a Europa realizaram manifestações para fazer campanha contra a guerra e expressar a solidariedade das mulheres. Por exemplo, em Londres, no Reino Unido, houve uma marcha de Bow a Trafalgar Square em apoio ao sufrágio feminino em 8 de março de 1914. Sylvia Pankhurst foi presa em frente à estação Charing Cross a caminho de falar em Trafalgar Square.

1975

O Dia Internacional da Mulher foi celebrado pela primeira vez pelas Nações Unidas em 1975. Então, em dezembro de 1977, a Assembleia Geral adotou uma resolução proclamando um Dia das Nações Unidas pelos Direitos da Mulher e pela Paz Internacional a ser observado em qualquer dia do ano pelos Estados Membros , de acordo com suas tradições históricas e nacionais.

1996

A ONU anunciou seu primeiro tema anual “Celebrando o passado, planejando o futuro”, que foi seguido em 1997 com “Mulheres na mesa da paz”, em 1998 com “Mulheres e Direitos Humanos”, em 1999 com “Mundo Livre de Violência Contra Mulheres “, e assim sucessivamente, todos os anos.

Como o Dia Internacional da Mulher é comemorado em todo o mundo?

O Dia Internacional da Mulher é um feriado oficial em pelo menos 20 países, incluindo Afeganistão, Cuba, Laos, Rússia e Vietnã. Em muitos desses países, a tradição diz que os homens honram suas mães, esposas, namoradas e colegas com flores e pequenos presentes. Em outras nações, o dia é muito parecido com o feriado do Dia das Mães, em que as crianças dão presentes para suas mães e avós. Em outros países, no entanto, como Nepal e China, o Dia Internacional da Mulher é um feriado apenas para mulheres.

O Dia Internacional da Mulher foi estabelecido para lembrar a importância da igualdade de gênero, celebrar as conquistas femininas, aumentar a conscientização sobre os direitos das mulheres e arrecadação de fundos para instituições de caridade voltadas para mulheres.

Como posso participar do Dia Internacional da Mulher?

Há muitas maneiras de você participar da celebração do Dia Internacional da Mulher, incluindo participando de vários eventos que serão realizados em todo o mundo. Esses eventos especiais vão desde encontros globais e conferências informativas até poderosas exposições de arte e festivais, e serão realizados por redes femininas, instituições de caridade, partidos políticos, corporações e outras comunidades. Você pode pesquisar facilmente um evento acontecendo perto de você antes do grande dia.

Mesmo que você não possa comparecer a um evento do Dia Internacional da Mulher, você ainda pode se juntar a milhões de participantes vestindo roxo em 8 de março. Significando justiça e dignidade, a cor roxa se tornou um símbolo internacional para as mulheres desde a origem do roxo, verde, e o branco como um símbolo da igualdade das mulheres da União Política e Social das Mulheres no Reino Unido, em 1908.


Fontes: Good House Keeping, International Women’s Day e UN Woman


Veja também: