Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra o que os estudos dizem a respeito da frequência com a qual você deve beber água

Imagem editada e redimensionada de Anderson Rian, está disponível no Unsplash

De quanto em tempo devo beber água? Essa é uma pergunta bastante frequente. Afinal de contas, mais da metade do corpo humano é formada por água. Então como abastecê-lo da maneira correta? Existem muitas opiniões diferentes sobre isso. Especialistas da área de saúde recomendam oito copos de água por dia, o que é equivale a cerca de dois litros. No entanto, alguns gurus da saúde afirmam que é necessário ingerir água constantemente ao longo do dia, mesmo quando não há sede. Entenda o que os estudos dizem a respeito:

A quantidade de água afeta os níveis de energia e a função do cérebro?

Muitas pessoas afirmam que, se houver desidratação, os níveis de energia e função cerebral começam piorar seu desempenho. E há muitos estudos que apoiam essa afirmação. Um estudo em mulheres mostrou que uma perda de líquido de 1,36% após o exercício físico prejudicava o humor e a concentração e aumentava a frequência de dores de cabeça (confira aqui o estudo a respeito: 1).

Outros estudos mostram que a desidratação leve (1-3% do peso corporal) causada por exercício ou calor pode prejudicar muitos outros aspectos da função cerebral (2, 3, 4). Lembre-se de que apenas 1% do peso corporal é uma quantidade bastante significativa. Isso acontece principalmente quando você está suando muito. A desidratação leve também pode afetar negativamente o desempenho físico, levando a uma queda na resistência (5, 6, 7).

Beber muita água ajuda a reduzir o peso?

De acordo com dois estudos, beber 500 ml de água pode aumentar temporariamente o metabolismo em 24 a 30% (8). Os pesquisadores estimaram que beber água pode aumentar o gasto de energia. Além disso, pode ser benéfico beber água fria, porque o corpo precisará gastar mais calorias para aquecer a água até a temperatura corporal.

Beber mais água ajuda a prevenir doenças?

Vários problemas de saúde supostamente respondem bem ao aumento da ingestão de água:

  • Constipação: aumentar a ingestão de água pode ajudar na constipação, um problema muito comum (13, 14, 15);
  • Câncer: alguns estudos mostram que aqueles que bebem mais água têm menor risco de desenvolver câncer de bexiga e colorretal, embora outros estudos não encontrem efeito (16, 17, 18, 19);
  • Pedras nos rins: o aumento da ingestão de água pode diminuir o risco de pedras nos rins (20, 21);
  • Hidratação da acne e da pele: Existem muitos relatos sobre como a água pode ajudar a hidratar a pele e reduzir a acne. Até o momento, nenhum estudo confirmou ou refutou isso.

Outras fontes de líquido entram na conta?

Água pura não é a única bebida que contribui para hidratação. Outras bebidas e alimentos podem ter um efeito significativo. Um mito é que as bebidas com cafeína, como café ou chá, não ajudam a hidratar porque a cafeína é um diurético. De fato, estudos mostram que o efeito diurético dessas bebidas é muito fraco (22).

A maioria dos alimentos também é carregada de água. Frutas e vegetais contêm quantidades significativas de água.

Confie na sua sede

Manter o corpo hidratado é essencial para a saúde. Por esse motivo, o organismo possui um sistema sofisticado para regular quando e quanto você bebe de água. Quando o conteúdo total de água cai abaixo de um certo nível, a sede entra em ação. Isso é controlado por mecanismos semelhantes à respiração – você não precisa pensar conscientemente sobre isso.

Para a maioria das pessoas, provavelmente não há necessidade de se preocupar com a ingestão de água. O instinto de sede é muito confiável (23). Dito isto, certas circunstâncias podem exigir um aumento da ingestão de água. O mais importante pode ser durante períodos de aumento da transpiração. Isso inclui exercícios e clima quente, especialmente em clima seco.

Se você estiver suando muito, certifique-se de reabastecer o líquido perdido com água. Os atletas que praticam exercícios muito longos e intensos também podem precisar repor os eletrólitos junto com a água.

A necessidade de beber água também aumenta durante a amamentação, bem como vários casos de doenças como vômitos e diarreia. Além disso, os idosos podem precisar observar conscientemente a ingestão de água, porque os mecanismos da sede podem começar a funcionar mal na velhice (25).

Quanto devo beber de água por dia?

No final do dia, ninguém pode lhe dizer exatamente quanta água você precisa. Isso depende do indivíduo. Tente experimentar para ver o que funciona melhor para você. Algumas pessoas podem funcionar melhor consumindo mais água do que o habitual.

Se você deseja simplificar as coisas, essas diretrizes devem ser aplicadas à maioria das pessoas:

  1. Quando estiver com sede, beba água.
  2. Quando você não estiver mais com sede, pare.
  3. Durante calor intenso e exercícios, beba o suficiente para compensar os líquidos perdidos.


Veja também: