Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Hempcrete, ou concreto de cânhamo é uma material sustentável que pode ser utilizado em construções

O concreto de cânhamo, também conhecido como hempcrete, é um tipo de material biocompósito usado em construções ou como revestimento isolante. Feito a base de cânhamo, água e aglutinante de cal, ele conta com diversos aspectos benéficos em comparação com o concreto convencional, incluindo a não-toxicidade e a sustentabilidade.

O cânhamo é uma planta da espécie Cannabis sativa, assim como a maconha, porém, com outros usos por seu baixo teor de THC. 

Embora seus benefícios, o concreto de cânhamo não recebe muitos investimentos. A maioria do cânhamo colhido nos Estados Unidos, por exemplo, é majoritariamente encaminhado para a produção de bioplástico, CBD, comida e até mesmo areia de gato. 

Isso se deve ao fato de que o concreto de cânhamo, por ser relativamente novo na indústria, é mais caro — e tem pouca procura. Além disso, o material deve ser comprado por clientes que moram perto de centros de processamento, porque sua exportação e importação também pode ser cara, o que não compensa o gasto dos agricultores. 

Obstáculos para a produção 

Além da falta de procura, o concreto de cânhamo apresenta outros obstáculos na sua produção em massa. O maior deles é que grande parte da população não utilizou o material e, portanto, não sabe como ele funciona. O hempcrete, apesar de sugerido pelo seu nome, não é um substituto do concreto tradicional, já que ele não suporta peso a menos que seja comprimido. 

O material base desse tipo de concreto, o cânhamo, também conta com um estigma da sociedade. Por ser um “primo” da maconha, grande parte da população associa seu uso estritamente para a indústria de drogas ilícitas, mesmo a planta sendo responsável pela produção de uma variedade de produtos. 

Sustentabilidade 

De acordo com o site Innovation News Network, o concreto de cânhamo pode reduzir significativamente as emissões de gases do efeito estufa durante o processo de construção, aquecimento, refrigeração e manutenção de prédios. 

Parte dessa capacidade vem do poder de absorção de carbono das plantas. E, por conta de seu crescimento rápido, o cânhamo é capaz de absorver mais carbono do que qualquer outra planta, incluindo as árvores. Isso significa que o hempcrete é um material carbono negativo, que compensa o gás liberado na sua produção com a sua absorção. 

Paredes feitas de concreto de cânhamo são capazes de armazenar calor, contribuindo para a eficiência energética de suas construções. Tanto no verão quanto no inverno, a capacidade de isolamento térmico dessas paredes é ótima e requer menos energia para aquecer ou esfriar construções. 

O cultivo do cânhamo também não apresenta muitos impactos ambientais, uma vez que a planta cresce em culturas rotativas, assim como o milho e o trigo. A planta requer menos água e pesticidas para florescer, outro fator que faz a sua colheita ser sustentável. Depois que o cânhamo é colhido o que resta nas plantações é decomposto e vira nutrientes para o solo, o que facilita a próxima produção. 

Outros benefícios 

Existem outros benefícios para o uso do concreto de cânhamo em construções, incluindo suas propriedades resistentes ao fogo. O aglutinante de cal em sua composição é capaz de reduzir a propagação do fogo e também o risco de inalação por fumaça em incêndios. 

A sua densidade faz com que o material seja resistente à rachaduras, além de também repelir mofo e pestes.