Você conhece os perigos do micro-ondas? Confira cinco dicas para viver sem ele

eCycle

O uso do forno de micro-ondas pode reduzir a qualidade nutritiva de seus alimentos e oferecer riscos de contaminação

microwave dangers

O forno de micro-ondas é o eletrodoméstico queridinho de muitas pessoas por facilitar o preparo e aquecimento de alimentos. Existem diversas receitas realizadas inteiramente com seu auxilio (como bolos, pudins, molhos, etc.). Algumas pessoas já nem sequer possuem o forno convencional em suas casas. Mas você sabe quais as consequências que esse hábito pode trazer para sua saúde?

Muita gente já sabe que o micro-ondas não deve ser utilizado se a dobradiça, o trinco ou a vedação da porta estiverem danificados. Mas por quê? O funcionamento do aparelho é baseado na emissão de ondas eletromagnéticas que penetram nos alimentos, de 2 cm a 4 cm da superfície, agitando as moléculas de água, fazendo-as entrarem em atrito umas com as outras. Essa radiação pode escapar e prejudicar sua saúde se o micro-ondas estiver danificado.

Além disso, é muito importante estar atento ao tipo de vasilha utilizada no aparelho. Você já deve saber que não pode colocar metal dentro do micro-ondas, mas plástico também não é uma boa. A melhor opção é utilizar recipientes de vidro temperado ou cerâmica. Quando o plástico é aquecido, ele libera maiores quantidades de itens como bisfenol A (BPA) (um produto químico utilizado para endurecer plástico que está relacionado a diversos problemas de saúde, incluindo a diabetes, doença cardiovascular e infertilidade) e ftalatos (que causam problemas à saúde, incluindo danos ao fígado, aos rins e ao pulmão, bem como anormalidades no sistema reprodutivo). Recipientes de plástico desgastados ou rachados tendem a liberar ainda mais dessas substâncias. Comidas, como carnes e queijos tendem a absorver tais compostos.

Nunca faça uso de embalagens de margarina ou outros recipientes projetados para serem utilizados em baixas temperaturas. Esses recipientes não são estáveis ​​ao calor e os itens químicos do plástico podem migrar para os alimentos durante o aquecimento. Bandejas de espuma em que carnes e frios são vendidas são inadequadas para cozinhar ou descongelar no micro-ondas. Elas não são projetadas para serem aquecidas e podem derreter e contaminar seus alimentos.

Cobrir um prato antes do reaquecimento no micro-ondas é inteligente: ajuda a evitar respingos, mantêm os alimentos úmidos e também ajuda a distribuir o calor de forma mais uniforme. Cobrir um prato com filme plástico, porém, não é inteligente. Aquecer alimentos em um recipiente coberto com plástico pode gerar gases químicos que migram para a comida - mesmo quando o plástico não está tocando a comida diretamente.

Além de tudo isso, o tipo de aquecimento do forno de micro-ondas faz com que os nutrientes dos alimentos sejam reduzidos.

Seu guia para a vida sem um micro-ondas

Você pode escolher viver sem micro-ondas por diversos motivos, sejam pelos diversos perigos citados anteriormente, para viver uma vida mais minimalista e ter mais espaço na cozinha, ou por achar a comida mais apetitosa quando sai de um forno convencional. Independente de quais forem seus motivos, confira as dicas a seguir, que podem te auxiliar nessa transição:

Planeje suas refeições com antecedência

Você costuma descongelar seus alimentos no micro-ondas? Como em quase tudo na vida, o planejamento também vai te ajudar nessa tarefa. Se você sabe que vai precisar tirar algo do freezer para o jantar de amanhã, certifique-se de tirar hoje a noite e colocar na geladeira. Afinal, você não irá utilizar o micro-ondas para acelerar esse processo. Se você esquecer, pode manter o pacote selado imerso em água fria na pia.

Utilize recipientes de vidro

Use recipientes de armazenamento de vidro em vez de plástico. Além de evitar a contaminação com as substâncias químicas do plástico, você poderá colocar o recipiente diretamente no forno para esquentar as sobras da refeição anterior.

Não compre refeições congeladas

Você já deve saber que refeições congeladas não são muito saudáveis. Elas possuem conservantes e não são tão nutritivas. Esse é um bom incentivo para livrar-se delas e consumir comidas de verdade.

Compre milho para suas pipocas

Pipocas de micro-ondas podem ser muito práticas, contudo não são muito saudáveis e e nem sustentáveis. Compre o milho e estoure suas próprias pipocas, assim você irá economizar dinheiro ( já reparou como o saco de milho é mais barato?) e reduzirá o uso do micro-ondas. Clique aqui e saiba mais sobre os perigos da pipoca de micro-ondas.

Compre um timer ou utilize o alarme do celular

Uma das maiores vantagens do micro-ondas é que ele se desliga sozinho após o tempo programado, e isso torna muito mais difícil queimar suas receitas. Mas se você tiver um timer ou colocar um alarme, pode evitar queimar suas comidas ao passar tempo demais no telefone.

No começo, pode ser um pouco difícil largar esse hábito. Mas faça um teste: guarde-o por um mês ou dois e verifique como se sai sem ele. Ter menos coisas e ser consciente sobre seus hábitos é fundamental para aumentar sua qualidade de vida. Se depois desse tempo estiver pronto para viver sem ele, doe ou recicle. Clique aqui e saiba como.


Fonte: MNN



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail