Golfinho morre por causa de tira de chinelo presa ao focinho no litoral de São Paulo

eCycle

Objeto plástico preso ao focinho do animal provocou infecção e fez com que ele não conseguisse se alimentar

Golfinho morto com tira de chinelo
Imagem: divulgação/Instituto Argonauta

A equipe responsável pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) do Instituto Argonauta foi acionada para atender uma ocorrência chocante envolvendo um golfinho (Sotalia guianensis) encontrado morto na Praia do Sapê, em Ubatuba, litoral norte paulista.

No laudo da necropsia, conclusões estarrecedoras. Foi constatada a morte do indivíduo em função de uma tira de chinelo que, provavelmente, permaneceu presa ao golfinho por meses, levando à inanição e a uma grave infecção.

Golfinho morto com tira de chinelo
Imagem: divulgação/Instituto Argonauta

“A cena é triste. Tudo indica que o animal passou meses com esse pedaço de chinelo enroscado ao corpo”, conta Carla Beatriz Barbosa, coordenadora do PMP-BS no Instituto Argonauta.

O caso dá luz à importância sobre a conservação do ambiente marinho, já que a poluição está entre as principais causas de mortalidade da fauna, perdendo apenas para a pesca predatória, na qual milhares de espécies morrem por ficarem presas acidentalmente nas redes.

“Casos ruins como este são chocantes, mas precisamos e devemos divulgar para que as pessoas saibam que até um simples chinelo esquecido na beira do mar pode levar à morte um animal marinho ameaçado de extinção”. Explica Hugo Gallo, Oceanógrafo e presidente do Instituto Argonauta.

Golfinho morto com tira de chinelo
Imagem: divulgação/Instituto Argonauta

O PMP-BS é desenvolvido para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Pólo Pré-Sal da Bacia de Santos. O projeto é conduzido pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e coordenado pela Univali sob a responsabilidade do Instituto Argonauta no litoral norte do estado de SP.

Destinação correta

Muitos dos resíduos sólidos que acabam chegando a rios, corpos d'água e mares poderiam ser reaproveitados no processo de reciclagem. Desse modo, haveria economia de matéria-prima, emissões seriam evitadas e o descarte incorreto, que causa problemas terríveis como o relatado acima, diminuiria. Saiba onde descartar corretamente seus resíduos na busca de postos.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail