Restaurante japonês “multa” clientes por restos deixados no prato

eCycle

A ideia é valorizar o trabalho árduo dos pescadores

ovas de salmão

O desperdício é um grande problema ambiental e econômico. Principalmente em países como o Brasil, onde muitos ainda vivem precariamente, muitas vezes sem ter o que comer. Um restaurante japonês da cidade de Sapporo, no Japão, criou um sistema interessante para que seus clientes não desperdicem alimentos: multas.

Um dos pratos mais famosos do restaurante Hachikyo é o tsukko meshi, uma mistura de arroz e ovas de salmão. De acordo com o próprio restaurante, as condições de trabalho dos pescadores que fornecem as ovas de salmão são precárias e extremamente perigosas, inclusive com casos de morte.

Em respeito e pela gratidão pelo trabalho dos pescadores, os clientes que não comerem absolutamente todo seu tsukko meshi, são penalizados e precisam fazer uma doação. O restaurante oferece, por aproximadamente US$ 20, um número ilimitado de porções do prato, contanto que não sobre absolutamente nada na mesa.

No Brasil

Alguns restaurantes brasileiros que servem rodízio de comida japonesa adotam uma política semelhante à do Hachikyo, penalizando os clientes pelos pratos e pedidos que sobrarem. A ideia aqui também é combater o desperdício de alimentos.


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×