Aparelho capta energia do movimento para recarregar gadgets

eCycle

Protótipo carrega os seus aparelhos com a energia do seu movimento 

AMPY é um dispositivo que captura energia do seu movimento enquanto você se exercita, transformando-a em energia para carregar o seu celular ou qualquer aparelho por meio de uma conexão USB. É compatível com iOS e Android.

A bateria interna de íon-lítio é capaz de guardar uma semana de energia cinética e pode ficar em estado de espera de uso por meses, além de ter a possibilidade de ser recarregada na tomada.

O kit vem com bracelete, alça e pinça para você colocar seu AMPY. Note que essa é uma das maneiras de se produzir energia limpa, pois quando você carrega seus aparelhos assim, está poupando a emissão de carbono da energia não-sustentável que sai da tomada.



Possui ainda um aplicativo para smartphone que verifica as quantidades de energia gerada, de calorias gastas e o carbono poupado por carregar a bateria de forma sustentável. Você pode ainda compartilhar esses dados no Twitter e no Facebook e compará-lo com os de outros usuários.

O projeto começou com a frustração mais comum do mundo: um celular sem bateria nas horas mais importantes. Os fundadores da AMPY, Tejas Shastry, Alex Smith e Mike Geier, conheceram-se na aula de empreendedorismo da Universidade Northwestern, em Illinois (EUA), enquanto cursavam seus respectivos doutorados em engenharia.

Todos tinham a mesma vontade de captar a energia das atividades cotidianas para carregar celulares. Foi então que começaram as pesquisas na tecnologia por trás desse aparelho, que hoje é utilizada em relógios inteligentes e medidores de atividades físicas.

No interior do dispositivo estão os indutores que transformam a energia cinética em eletricidade:

A tecnologia dos indutores internos, ainda sem patente, permite ao dispositivo gerar uma quantidade de energia considerável enquanto permanece compacto, encaixando-se no dia a dia do consumidor. Para chegar a esse modelo, foi preciso que um time de engenheiros e designers criasse dúzias de protótipos até que o modelo final fosse alcançado. Foram horas de testes, interações com usuários e modelos impressos em 3D.


Em compensação a tanto esforço, o produto ganhou inúmeros prêmios, como o “Prêmio Favorito do Consumidor” pelo Fundo de Energia Limpa; a “1776ª Taça Favorito das Massas” do Desafio Global; e o “Prêmio da Energia” na Universidade Northwestern.

O maior desafio atual é ajustar as fontes manufatureiras aos preços competitivos de mercado. Confiantes na capacidade de seu produto, os criadores fizeram uma campanha de arrecadação de fundos na internet para saírem do último protótipo e seguirem para a produção de unidades - e conseguiram o valor necessário.

Veja também:
-"Plugue" de janela capta energia solar para recarregar itens eletrônicos
-Compartilhando energia: dispositivo pode extrair energia de outros aparelhos para recarregar baterias
-Designer chinês desenvolve dispositivo para carregar aparelhos eletrônicos enquanto se pedala
-Aparelho absorve calor de superfícies metálicas para recarregar baterias de gadgets
-Aparelho em formato de bonsai absorve luz solar para carregar eletrônicos
-Mochila com placa solar é opção para recarregar eletrônicos de forma sustentável 


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail