Nova tecnologia faz com que luz solar gere vapor sem necessidade de ferver água

eCycle

Inovação tem como base o uso de nanopartículas na produção de vapor

Cientistas norte-americanos da Rice University criaram uma maneira alternativa de transformar líquidos em vapor. A ideia pode ser utilizada para filtrar água, esterilizar instrumentos médicos, destilar álcool, dessalinizar água do mar ou até mesmo tratar esgoto de maneira mais barata.

De acordo com Paul Weiss, editor chefe da ACS Nano - onde a pesquisa foi publicada, "as autoras mostram que a luz do sol pode ser utilizada para criar vapor com virtualmente nenhum desperdício de calor do líquido. Os potenciais benefícios sociais são impressionantes. Eles incluem a destilação mais eficiente do álcool, purificação e destilação da água, equipamentos de esterilização móveis movidos a energia solar e saneamento básico barato para regiões pobres".

O princípio é a utilização de nanopartículas metálicas, de ouro ou de dióxido de silício, que podem absorver grandes quantidades de luz, que faz com que sua temperatura suba rapidamente. Quando misturadas com água, vapor se forma em torno das nanopartículas. Em seguida, o vapor escapa das partículas e flutua até a superfície da água, em um processo que demora entre 5 e 20 segundos no total.

A eficiência do processo é enorme. Mais de 82% da luz absorvida pelas nanopartículas é utilizada na produção de vapor. E a eficiência inicial do processo é da ordem de 24%.

Confira abaixo um vídeo explicativo (em inglês) sobre o projeto:


Imagem: Rice University


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail