Desenvolva um vilarejo de maneira sustentável no game Amazon Alive

eCycle

Os jogo Amazon Alive direciona recursos a projetos sustentáveis da região amazônica

A ONG WWF-Brasil, junto com a Quepasa Games (criadora de jogos virtuais como Mafia Wars, Castleville, The Sims e Farmville) lançaram o jogo Amazon Alive. Disponível no Facebook, o game foi elaborado pelos técnicos da ONG e pela Iniciativa Amazônia, da WWF- Brasil.

O objetivo do jogo é, com a colaboração de amigos de redes sociais, passar de nível e avançar para novas etapas, melhorando a qualidade de vida do seu povoado e fazendo com que ele cresça, mas de maneira consciente. Para isso, o jogador deve usar recursos da natureza em prol do vilarejo e manufaturar produtos com insumos florestais da maneira mais sustentável e ecologicamente correta possível.

Entre os recursos disponíveis estão energia para funcionamento de equipamentos, peixes, frutas e outras matérias-primas que podem ser encontradas na floresta. Assim, os jogadores devem recolher os produtos, manufaturá-los e comercializá-los entre si.

Apesar de ser um jogo virtual, no Amazon Alive é possível usar dinheiro de verdade para ter vantagens nas etapas. De maneira inovadora e interativa, o game é uma forma de juntar recursos e interessados em causas e projetos socioambientais.

Disponível em 16 línguas (inclusive em português), todos os recursos arrecadados serão direcionados a atividades desenvolvidas na região da Amazônia, como produção de borracha, açaí, madeira, e várias outras atividades que promovem o uso e a manutenção da floresta.

Para jogar, basta acessar a sua conta no Facebook e clicar aqui. Confira o vídeo abaixo para conhecer mais detalhes a respeito:

Veja também:
-No jogo “Change Rio”, usuário testa políticas ambientais
-Aplicativo do Facebook estimula preservação da natureza e consumo consciente


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail