Lixo não-reciclável, pelo menos por enquanto

eCycle

Na série sobre lixo doméstico, eCycle aponta alguns dos itens que não podem ser reciclados

Se os resíduos orgânicos podem ter uma solução sustentável com trituradores ou composteiras (também conhecidas como minhocários), não é possível dizer o mesmo para todo o lixo doméstico. Existem certos materiais que são considerados o que é lixo não-reciclável. Mas, afinal, o que é lixo não-reciclável?

Entre eles, os mais comuns são papel higiênico, papéis e guardanapos engordurados, papéis metalizados, parafinados ou plastificados, adesivos, etiquetas, fita crepe, papel carbono, fotografias, papel toalha, fraldas descartáveis ou absorventes íntimos. Espelhos, esponjas de aço, objetos de cerâmica e outros também são classificados como não-recicláveis.

No entanto, não é possível dizer que algum material não tenha condições de ser reciclado, o que ainda não existe é tecnologia suficiente para reciclá-lo. Por exemplo: se hoje não há condições para reciclar fraldas descartáveis, pode ser que daqui a alguns anos seja uma coisa tão comum quanto reciclar latas de alumínio.

A presença desses materiais pode dificultar o processo de reaproveitamento do lixo reciclável, diminuindo a qualidade do novo produto.

Dando prosseguimento à serie sobre o que é  lixo não-reciclável, a eCycle explicará como descartar corretamente e quais alternativas possíveis para o descarte de certos tipos de lixos não-recicláveis.

Veja nossa seção de Reciclagem Básica e comece hoje mesmo a dar o destino certo para cada tipo de material.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail