Se meu fusca... fosse elétrico: engenheiro adapta modelo e roda 100 km com R$ 3,50

eCycle

Apesar de precisar de investimento inicial alto, o fusca elétrico está valendo mais a pena que modelos de carros elétricos disponíveis no mercado

Se os carros elétricos, apesar de poluírem menos que os veículos tradicionais, ainda não podem ser adquiridos pela maioria da população devido ao fator econômico, o engenheiro paraguaio Mario Vernazza, deu um jeito. O jovem de 25 anos adaptou um fusca antigo para se tornar elétrico, a partir da coleta de peças simples.

Bastou o gasto de U$ 15 mil com peças e testes e o "fuscão" 85 se transformou em um veículo elétrico. Com 12 baterias de 170 amperes e oito volts, capazes de mover o veículo a 120 km/h, o carregamento completo em uma tomada convencional varia entre oito e dez horas.

Para fazer o comparativo de gastos, Vernazza observou sua conta de luz. De acordo com entrevista ao jornal Gazeta do Povo, o paraguaio conta que seus gastos subiram o equivalente a R$ 35 ao percorrer cerca de 800 km em um mês. Desse modo, para rodar 100 km, o proprietário do fusca elétrico gasta R$ 3,50.

Gastar U$ 15 mil não é pouco, mas a economia se paga a longo prazo com o baixo custo da matriz energética. E, claro, ameniza a poluição.

Fonte: EcoD

Veja também:
-Carro inteligente projetado pelo Google dispensa volante e segue rotas via smartphone
-Chinês cria "moto-mala" para facilitar locomoção em viagens


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail