Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Valor é de aproximadamente R$ 35. Entenda por que essa atitude compensa

A cidade norueguesa de Lillestrøm decidiu criar um pedágio às avessas. Moradores que andavam ou pedalavam em certas vias da região eram recompensados financeiramente. A ideia surgiu para incentivar os habitantes a deixarem os carros na garagem.

Pelo simples ato de passear algumas horas sem carro, os transeuntes e ciclistas recebiam o equivalente a R$ 35. Mas isso não faliria a administração municipal?

De acordo com uma pesquisa feita pela agência de saúde local, os modelos de transporte mais ativos são financeiramente mais atrativos para o governo. A cada cidadão que pedala por um quilômetro, o governo economiza oito dólares. Quando o habitante caminha pela mesma distância, quatro dólares são poupados.

Os números da pesquisa foram amplamente divulgados na campanha realizada pela cidade. Além das questões de saúde, do alívio no transporte e nas questões ambientais, a bike a caminhada podem fazer bem financeiramente para a cidade e para seus habitantes.

De acordo com a FastcoExist, o município constrói uma rede de ciclovias e estações de carregamento para carros movidos a hidrogênio.

Veja também:
Velopresso: a máquina que faz café com a energia de pedaladas
Super avenida para bicicletas já funciona em Copenhague