Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

É comum que as pessoas confundam ataques cardíacos com problemas menos graves em quase metade dos casos, levando a mortes que podem ser evitadas

O ataque cardíaco silencioso é uma daquelas situações em que não precisa existir sintomas como dor no peito, falta de ar ou náuseas para ser grave. Cerca de metade dos episódios que envolve essa condição não dá sinais, atingindo mais homens que mulheres e pessoas com mais de 65 anos.

Clinicamente conhecido como infarto do miocárdio silencioso (IMS), trata-se de um evento importante que parece um problema menor e temporário que desapareceria com o tempo. No entanto, as pessoas confundem ataques cardíacos com problemas menos graves em quase metade de todos os casos, levando a mortes que poderiam ter sido evitadas por uma intervenção oportuna.

Identificando um ataque cardíaco silencioso

As pessoas, muitas vezes, não ficam sabendo que tiveram um ataque cardíaco até que façam um eletrocardiograma (ECG) ou um teste de esforço físico e o médico perceba sinais consistentes com danos ao coração. 

Como nos ataques cardíacos sintomáticos tradicionais, um ataque cardíaco silencioso envolve um bloqueio do fluxo sanguíneo para o coração. Isso fere e deixa cicatrizes em parte do músculo cardíaco, deixando para trás sinais reveladores.

Por que os sintomas são menos graves?

Em vez dos sintomas graves, como dor extrema e pressão na região do peito, dor no braço, pescoço ou mandíbula, tontura e suor, os sintomas de um ataque cardíaco silencioso são leves, breves e podem parecer insignificantes. E, infelizmente,  a  ajuda geralmente chega tarde. 

A boa notícia é que você pode se preparar conhecendo esses quatro sinais:

1. Dor torácica, pressão ou desconforto

Às vezes, a dor de um ataque cardíaco é súbita e intensa, o que o torna fácil de reconhecer e obter ajuda. Mas e quando não for assim?

A maioria dos ataques cardíacos, na verdade, envolve apenas uma leve dor ou desconforto no centro do peito. Você também pode sentir pressão, ou contração. Esses sintomas geralmente começam lentamente e podem ficar indo e voltando.

No entanto, se você sentir que algo não está certo, precisa ser avaliado por um médico ou até mesmo ir ao pronto-socorro.

2. Desconforto em outras áreas do corpo

Um ataque cardíaco não afeta apenas seu coração: você pode realmente sentir os efeitos por todo o corpo: braços (um ou ambos), pescoço, mandíbula e estômago, por exemplo.

Esses sintomas podem variar de pessoa para pessoa. Por exemplo, algumas pessoas descrevem sua dor nas costas devido a um ataque cardíaco, bem como a sensação de ter uma corda sendo amarrada em volta delas. Você também pode sentir uma forte pressão nas costas. De qualquer forma, se você acha que está tendo algum desses sinais menos óbvios de um ataque cardíaco, não os ignore.

3. Dificuldade em respirar e tontura

Se você acha que acabou de correr uma maratona, mas só subiu as escadas, isso pode ser um sinal de que seu coração não consegue bombear sangue para o resto do corpo. A falta de ar pode ocorrer com ou sem dor no peito e é um sinal comum de um ataque cardíaco silencioso.

Você também pode sentir tonturas ou vertigens, e é possível que desmaie. Embora isso possa acontecer com homens e mulheres, é mais comum que as mulheres tenham falta de ar.

4. Náusea e suor frio

Acordar suando frio, sentir náuseas e vômitos podem ser sintomas de gripe, mas também podem ser sinais de um ataque cardíaco silencioso.

Você pode saber como é a sensação de uma gripe porque já teve uma antes, mas quando seu intestino estiver lhe dizendo que esses sintomas semelhantes aos da gripe são algo mais sério, dê atenção. 

Embora você deva estar sempre atento a esses sintomas, o melhor remédio é a prevenção. Faça exames regulares da saúde do seu coração com um médico especialista.