Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Assim como a nossa alimentação deve seguir uma dieta balanceada, os cães e gatos precisam de atenção e cuidados com o que ingerem

De acordo com o especialista em nutrição e alimentação canina, Jonatha Self, os alimentos processados para cães e as rações podem conter substâncias que causam danos graves (podendo até ser fatais). Elas têm, portanto, efeitos bem parecidos às que a junk food, que é constituída por alimentos processados, tem para os humanos. Compreensivelmente, muitos se tornam preocupados com o tipo de alimentação de animais de estimação.

1. O que é uma alimentação balanceada saudável para o seu animal?

Segundo a médica-veterinária Sylvia Angélico, uma alimentação balanceada deve conter proteína animal, gorduras saudáveis, vitaminas, minerais e fibras. Quanto mais diversificada, mais nutritiva a dieta será.

Preocupados com os problemas que as rações podem trazer, os donos de pets vêm trocando a ração por comida natural. Esta é similar a alimentação de animais selvagens, fazendo uso de carnes, frango e peixe em sua maior parte – de preferência carnes com ossos e crua, contendo também vísceras e em alguns casos. No caso da dieta onívora para cães, estas dietas incluem vegetais crus, ovos, entre outros. Confira mais sobre essas dietas clicando aqui.

2. De onde vem o problema?

Segundo o estudo “Alimentação natural para cães e gatos”, realizado pelos pesquisadores Saad e França (2010), o interesse atual sobre novas alternativas alimentares para cães e gatos teve inicio devido a um grande recall ocorrido nos Estados Unidos entre março e abril de 2007. Nessa época, a empresa canadense Menu Foods, a maior fabricante de rações da América do Norte, anunciou que retiraria do mercado 60 milhões de enlatados para animais. O motivo do Recall foi a morte de 16 bichos de estimação (oficialmente confirmadas) com falência renal e hepática. Neste período, a Food and Drug Administration (FDA), agência responsável pela regulamentação de alimentos e medicamentos nos EUA recebeu mais de 14 mil reclamações sobre animais domésticos com sintomas de perda de apetite, vômitos e apatia – os principais sintomas da intoxicação.

3. Atenção na escolha da dieta do seu animal de estimação

A escolha de seguir dietas naturais deve ser acompanhada por um especialista. Portanto, é recomendado que, ao adotar as dietas naturais, seja feito o contato prévio com um veterinário. Certifique-se das vantagens e desvantagens que esses novos modelos apresentam (veja mais aqui).

De acordo com Saad e França, as comidas naturais comerciais são nichos de mercado potenciais que surgiram para atender a demanda de proprietários cada vez mais exigentes com relação à alimentação e nutrição de seus animais de estimação. Entretanto, ainda há muitas investigações a serem feitas, a fim de estabelecer suas vantagens e desvantagens sob o ponto de vista nutricional e de segurança alimentar, pois não existem orientações específicas para a fabricação e rotulagem de produtos que contenham carne crua, por exemplo.

Sobre as rações convencionais, existem diversos tipos no mercado, inclusive as terapêuticas, para animais que possuem restrições devido a problemas de saúde, como por exemplo, problemas renais ou diabetes.

Existem rações que se dizem orgânicas e as premium costumam ter ingredientes mais selecionados, só que também pesam mais no bolso.

De qualquer forma, se você está preocupado com a alimentação do seu animal de estimação, o melhor a fazer, reiterando, é conversar com o seu veterinário antes de estabelecer qualquer plano alternativo. Ele poderá avaliar as necessidades alimentares do seu bichinho.