Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

As sacolas retornáveis podem ser ótimas para o meio ambiente, mas não necessariamente para você, caso cuidados importantes não sejam tomados

Recentemente, diversas cidades do mundo proibiram o uso de sacolas plásticas. Muitas pessoas, então, optaram pelo uso de sacolas retornáveis, as ecobags. No Brasil, segundo pesquisa realizada pela Fecomércio-RJ/Ipsos em 2012, em que mil pessoas de 70 cidades brasileiras foram ouvidas, o uso de sacolas retornáveis está crescendo. 17% dos entrevistados informaram que sempre usam sacolas ecológicas no lugar das de plástico, o que, segundo a pesquisa, representa uma alta de 12 pontos percentuais em relação ao resultado de 2010, quando a pergunta começou a ser feita aos entrevistados. Naquele ano, apenas 5% dos entrevistados responderam que sempre usavam sacolas ecológicas. O percentual dos que nunca usam sacolas ecológicas caiu de 84% em 2010 para 60% em 2012, enquanto os que usam ocasionalmente subiram de 11% em 2010 para 21% em 2012. Essa mudança é bem vinda mas deve vir acompanhada de alguns cuidados.

Estudo realizado pela Universidade do Arizona e da Universidade de Loma Linda, na Califórnia, testou aleatoriamente 80 sacolas reutilizáveis ​​de consumidores em Tucson (Arizona), Los Angeles e San Francisco. Em metade da amostra foi detectada a presença de bactérias coliformes, entre elas a E. Coli, em níveis suficientemente significativos para causar graves problemas de saúde e até a morte, segundo Charles Gerba, coautor do estudo. Isso porque a maioria das sacolas reutilizáveis analisadas era lavada com pouca frequência: 97% dos entrevistados nunca lavaram as sacolas reutilizáveis. Outra pesquisa semelhante, realizada pela Academy of Nutrition and Dietetics (Academia de Nutrição e Dietética) em colaboração com a ConAgra Foods, empresa de alimentos norte-americana, revelou que somente 15% dos americanos lavam suas sacolas retornáveis regularmente.

As sacolas retornáveis devem ser limpas regularmente, pois é natural que a superfície de produtos e gêneros alimentícios contenha algumas bactérias devido ao manuseio da mercadoria e até pela sua própria origem, como explica um dos pesquisadores, que ressalta ainda que as bactérias são um perigo particular para as crianças, que são especialmente vulneráveis ​​a doenças de origem alimentar. E o melhor método de matar as bactérias é a lavagem.

Cuidados com as sacolas retornáveis

Existem outros cuidados com sacolas retornáveis além da lavagem. Confira alguns e previna-se:

  • É recomendável limpar a sacola retornável sempre que usá-la ou ao menos uma vez por semana;
  • A sacola deve ser guardada em um local limpo, arejado e seco. Nunca a deixe no porta-malas do carro, pois o calor faz com que as bactérias se proliferem;
  • A o fazer compras, embrulhe carnes, aves e peixes em sacos plásticos antes de colocar na sacola e quando possível, sacolas diferentes para cada uso é boa prática: uma para carnes cruas, outra para alimentos prontos para o consumo e outra para produtos de limpeza;
  • Evite o uso de sua sacola para outras finalidades, como carregar livros por exemplo.

Veja também: