Quais as diferenças entre óleos vegetais e óleos essenciais?

eCycle

Você tem essa dúvida? Entenda os diferentes usos e propriedades

Óleos essenciais e vegetais

Óleo essencial, óleo vegetal... É bem provável que você já tenha pensado que é tudo a mesma coisa. Mas as diferenças são bem importantes e conhecê-las pode fazer com que você aproveite bem mais os respectivos benefícios.

Definições

Começando pelo básico, o óleo. Para uma substância ser considerada um óleo, deve possuir as seguintes propriedades:

  • Ser líquida em temperatura ambiente;
  • Ser composta por moléculas longas, de um tipo de molécula ou mistura (hidrocarbonetos e/ou ácidos graxos, na grande maioria dos casos).

Semelhanças e diferenças entre o óleo vegetal e o essencial

Ambos os óleos, vegetal e essencial, são extraídos de diferentes partes de vegetais. Normalmente, os óleos vegetais são extraídos de sementes e frutos, enquanto os óleos essenciais são extraídos de caule, folhas, flores e até raízes.

Uma diferença acentuada entre os dois tipos de óleos tem a ver com suas composições, que afetam diretamente as propriedades físicas (aparência, cheiro, viscosidade...) e seus usos.

Para óleos vegetais

Normalmente óleos vegetais são mais viscosos e não possuem um aroma acentuado, isso se deve à sua composição. Óleos vegetais são compostos de moléculas bem longas e “pesadas” (gorduras), graças a isso, essas moléculas ficam mais “unidas” umas às outras, fazendo com que o líquido se torne mais "grosso", viscoso. A grande maioria dos compostos que constituem os óleos vegetais, é formada por ácidos graxos. Muitos podem ser ingeridos e são utilizados na culinária - alguns são muito importantes para a alimentação diária, pois são fontes de vitaminas e ômega-3.

Para óleos essenciais

Os óleos essenciais são muito famosos pelo aroma agradável. O fato de conseguirmos sentir o cheiro de um óleo essencial se dá porque as moléculas ali presentes estão saindo do óleo e se espalhando pelo ar para chegar aos nossos narizes. As moléculas que compõem os óleos essenciais são menores e mais “leves”, graças a isso eles são menos viscosos e mais voláteis, evaporando mais facilmente. Os óleos essenciais não devem ser ingeridos - se ingeridos, podem causar dores no estômago e até náuseas.

Diferentes aplicações

Vegetal

Além de poder ser utilizado na culinária, os óleos vegetais são utilizados como "óleos carregadores". O óleo vegetal é utilizado para diluir óleos essenciais, sendo assim o óleo vegetal "carrega" o essencial, pois os óleos essenciais são muito concentrados e podem causar irritações na pele. Lembre-se que entre os óleos vegetais existem diferenças. Alguns são próprios para serem utilizados em cosméticos e outros apenas na culinária. Na parte de cosméticos, os óleos vegetais são muito utilizados para dar propriedades hidratantes ao produto e serem fontes de vitaminas e sais minerais. Dê também uma olhada na nossa matéria exclusiva sobre o óleo vegetal.

Essencial

Os óleos essenciais são amplamente utilizados em produtos como aromatizantes e também na área de aromaterapia. Alguns óleos possuem propriedades antibacterianas, tendo assim um uso a mais em cosméticos como conservantes. Alguns equipamentos utilizam os óleos essenciais como aromatizantes, purificadores e higienizantes do ar. Temos também outra matéria exclusiva sobre os óleos essenciais, confira!


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail