Antes poluentes dos oceanos, microplásticos são transformados em arte

Artistas britânicos usam material para criação de peças de design diferenciado

Com a intenção de chamar atenção para o problema da poluição dos microplásticos nos oceanos, Azusa Murakami, Alexander Groves e Kieren Jones criaram uma máquina que transforma as pequenas partículas de plástico em bancos de três pernas.

De acordo com Jones, a ideia surgiu em uma viagem a uma praia britânica que, à primeira vista parecia estar normal. Mas ao se aproximarem da água, perceberam pedaços de microplástico flutuando.

Para a fabricação, é usada uma máquina constituída por uma bomba de água manual e uma comporta, que separa o microplástico do líquido através da densidade das partículas. O plástico então é separado por tamanho e utilizado na fabricação das cadeiras. Para isso, ele passa por uma máquina batizada de Sea Press, que é uma mistura de fornalha e prensa mecânica e que pode ser utilizada em barcos em alto mar.

O projeto conta com a parceria de pescadores, que usam seus barcos para a operacionalização da iniciativa, alternativa interessante sobretudo para pequenos pescadores, cujos barcos tornaram-se obsoletos e ocasionaram perda de competitividade em sua atividade.

Uma boa maneira não só de chamar atenção para esse grave problema, mas também para contribuir de maneira direta com a diminuição da contaminação dos oceanos por este tipo de material.

Visite nossas matérias sobre o problema dos microplásticos e a poluição dos oceanos para conhecer mais sobre o tema e como podemos enfrentá-lo.

Assista ao vídeo sobre o projeto (em inglês):


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail