Brasil mantém liderança mundial na reciclagem de latas de alumínio

Atividade já inseriu milhões na economia nacional

Em 2011, a reciclagem de alumínio no Brasil atingiu um novo recordE. Segundo a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas) foram 248,7 mil toneladas de latinhas recicladas, cerca de 98,3% do total produzido no país, mantendo o Brasil na primeira posição desde 2001.

Apenas no ano passado, 18,4 bilhões de embalagens foram recicladas, aproximadamente 50,4 milhões por dia e 2,1 milhões por hora. Segundo a Abralatas, os fabricantes das latinhas estão investindo cada vez mais no setor, pois há forte demanda e todos os envolvidos saem lucrando.

A coleta de latas de alumínio para bebidas inseriu R$ 645 milhões na economia brasileira, de acordo com a Abralatas. Outra vantagem em relação a outros metais primários, é que o alumínio consome apenas 5% de energia elétrica em sua produção. A reciclagem das 248,7 mil toneladas de latinhas economizou 3.780 GW/h no Brasil, quantidade que poderia abastecer dois milhões de residências durante um ano. Veja o gráfico que exibe os líderes mundiais, divulgado pela Abralatas:


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail