Esponjas de cozinha ainda não são recicláveis

Assim como no caso das fraldas, amálgama plástico faz com que item não possa ser reciclado

Por ironia, a esponja usada para manter a limpeza é um dos itens mais sujos da sua cozinha. Além disso, justamente por ser um “porta-bactérias”, ela tem uma vida útil reduzida. O ideal é que você use a mesma esponja por apenas sete dias.

Existem modelos, como o desenvolvido pela 3M, que tem como base matérias-primas naturais, como fibra de curuará e biopoliol. As próprias embalagens desses tipos de esponjas são feitas com materiais menos danosos ao meio ambiente. Mesmo assim, o mais recomendável é utilizar outros itens para efetuar a limpeza da louça, já que a esponja plástica não é reciclável até o momento.

Sem reciclagem

Apesar de ser feita de plástico, a reciclagem de esponja de cozinha não é possível. Isso porque os plásticos em questão contêm especificidades que dificultam muito a reciclagem, além de estarem amalgamados e conterem muitas bactérias. Se você comprou uma e precisa jogá-la fora, infelizmente o destino é o lixo comum.

O ideal é que o uso da esponja seja evitado para não acumular ainda mais material não-reciclável nos lixões. Procure alternativas, como a utilização de buchas vegetais, que são biodegradáveis. Veja aqui as vantagens da bucha vegetal na lavagem da louça.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail