Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Três estados norte-americanos já adotam o sistema desenvolvido pela SoBi

Grandes cidades, como São Paulo, Nova York e Londres têm como uma de suas principais metas resolver o problema da mobilidade urbana. Além de investimentos para melhorar redes de transporte público, há novas iniciativas, como sistemas de compartilhamento de transportes que são tradicionalmente usados de modo individualizados ou sem compartilhamento, como automóveis (veja mais aqui) e bicicletas.

Em três estados americanos (Idaho, Califórnia e Nova Iorque), a companhia SoBi (Social Bicycles) firmou parceria com a empresa de telecomunicações AT&T  para disponibilizar um serviço de compartilhamento de bikes exclusivo para celulares e tablets. Trata-se de uma ideia pioneira, pois muitas empresas já utilizam parcialmente esse sistema, mas, segundo o fundador da SoBi, Ryan Rzepecki, nenhuma delas depende exclusivamente do celular para rastrear, localizar e desbloquear as bicicletas.

A Sobi é uma fabricante das chamadas “smart bikes”, bicicletas inteligentes feitas para compartilhamento e que possuem GPS para localizar a bicicleta ao longo do seu trajeto, além de um sistema de bloqueio integrado em rede, que só permite a utilização das bicicletas por meio dos códigos divulgados a cada usuário via smartphone ou tablet. Esse compartilhamento de bicicletas permite ao usuário localizar, reservar e desbloquear as bikes através de um aplicativo que pode ser baixado em seu equipamenteo eletrônico.

Funcionamento

Após baixar o aplicativo, o usuário paga uma taxa de US$ 10 por mês e está apto para utilizar o serviço. Ele abre o programa, localiza a bike mais próxima, faz a reserva e recebe um código em seu próprio smartphone. Ele tem 15 minutos para chegar ao local e digitar o código que irá liberar a trava da bicicleta.

Quando o usuário não quiser mais utilizar o veículo, basta localizar (com o seu aplicativo) um suporte de bicicleta que esteja mais próximo e, caso a vaga esteja disponível, prender a bike no local.

As vantagens do novo sistema são várias: a integração informatizada e a localização automática via GPS facilitam a vida dos usuários; a economia de dinheiro, pois é mais barato e prático ter a bike apenas em situações convenientes; a facilidade de acesso com o celular, a quantidade de emissões de gases de efeito estufa que se evita ao utilizar uma bicicleta, a inclusão de uma prática saudável no dia-a-dia e por aí vai.

Para saber mais sobre o SoBi, acesse o site oficial e dê uma conferida no vídeo abaixo:

Imagem: SoBi

Veja também:
Super avenida para bicicletas já funciona em Copenhague
Google Maps cria navegação guiada por voz para ciclistas
Sistema de aluguel de bicicletas já está disponível em São Paulo
PEDALUSP amplia testes e já conta com mais de dois mil cadastrados