Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A sincronização da primeira planta do projeto com a matriz energética em funcionamento foi um sucesso

A maior usina solar térmica do mundo está sendo construída no deserto de Mojave, na Califórnia, nos EUA. Ela vai ocupar uma área de 3,5 mil hectares e a sua primeira unidade, parte do Sistema de Geração de Energia Elétrica Solar Ivanpah, foi conectada à rede do Estado americano pela primeira vez em setembro de 2013. O projeto completo contará com três plantas, que incluem um conjunto de espelhos em cada uma para refletir os raios solares e aquecer três grandes torres no centro dos grupos de refletores. A água presente na torre é aquecida, vira vapor e gira as turbinas que produzem a eletricidade. A tecnologia empregada inclui grandes heliostatos, que seguem o movimento do sol, além de software de integração do campo solar e de geradores de vapor.

Depois de pronto

A usina vai gerar 377 megawatts de energia, atendendo a uma média de 140 mil residências, sendo que, em alguns dias, esse número pode chegar a 200 mil. A instalação vai dobrar a quantidade de energia térmica solar produzida nos Estados Unidos (EUA).

A construção dessa usina faz parte da iniciativa do Estado da Califórnia de chegar à marca de 33% do total de energia gerada de forma renovável até o ano de 2020.

Várias empresas estão envolvidas no projeto, entre elas a NRG Energy, a BrightSource Energy, o Google e a Bechtel. As obras estão sendo feitas em terras públicas liberadas pelo governo, que também concedeu empréstimos para o empreendimento. Os empréstimos com dinheiro público para cobrir riscos de empresas têm sido um assunto controverso nos EUA nos últimos anos.

O sol no Brasil

A energia solar participará do 1º leilão público do país em novembro de 2013, com a inclusão de 119 projetos inscritos para disputar a geração de energia em nove Estados brasileiros.

A matriz energética do país conta com 42,4% de fontes renováveis, mas essa fração deve aumentar. No último leilão, ocorrido no fim de agosto, os 19 projetos vencedores possuem fontes sustentáveis de geração de energia. Dez contratos foram fechados para a construção de hidrelétricas e nove para termelétricas – destes, sete usinas terão como material o bagaço de cana e outras duas irão utilizar cavaco de madeira, material que sobra após a trituração.

Veja mais:
A realidade é solar
Pesquisadores descobrem nova maneira de armazenar energia solar
Robô que ajusta painéis fotovoltaicos pode reduzir custos de energia solar