Artista cria vitórias-régias com milhares de CDs nos Estados Unidos

eCycle

Ideia da obra é pensar pontos de contato entre dois "mundos"

Artista utiliza materiais que seriam descartados e encanta com beleza da obra

Conhecido por seu trabalho com instalações artísticas colossais em diversos lugares do mundo, o artista Bruce Munro ocupou o jardim botânico Longwood, na Pensilvânia, nos Estados Unidos, com uma obra de arte com material descartado.

A obra leva mais de 65 mil CDs que seriam descartados e seus discos foram transformados em 100 vitórias-régias brilhantes e colocadas no lago do parque. Esforçando-se para ser ambientalmente responsável com o seu trabalho, Munro cria suas peças a fim de comunicar sentimentos de reverência para com o mundo natural.

A ideia da flora flutuante teve como inspiração o livro “A Viagem do Peregrino da Alvorada”, de CS Lewis que usou o símbolo da planta para representar a fronteira entre dois mundos, e a obra de Georgia O'Keeffe "Sky Above Clouds IV". 

Em vez de LEDs, utilizados em peças anteriores, o projeto conta com a luz do sol para iluminar e refletir as superfícies, causando um efeito interessante e brilhante para os visitantes.

Veja mais sobre o trabalho do artista em seu site oficial.




Fonte: Projeto Contem


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail