UE aprova proibição de plásticos descartáveis até 2021

eCycle

Nova legislação europeia bane plásticos de uso único como canudos e cotonetes e estabelece normais mais rigorosas para utilização de produtos e embalagens

Europa proíbe plástico descartável

A União Europeia (UE) aprovou formalmente na semana passada a decisão do Parlamento de proibir, até 2021, do uso de determinados produtos de plástico de uso único, como canudos, varas de balões e cotonetes. De acordo com as novas regras aprovadas pelo Conselho da UE, entre os produtos estão também pratos e talheres.

A lei europeia relativa aos plásticos de utilização única é baseada na legislação da UE sobre resíduos atualmente em vigor. De acordo com comunicado do conselho, a legislação vai mais além, ao estabelecer normas mais rigorosas para os tipos de produtos e embalagens que se encontram entre os dez principais elementos poluentes encontrados nas praias europeias.

As novas regras proíbem a utilização de certos produtos descartáveis de plástico, para os quais existem alternativas, e introduzem medidas específicas para reduzir a utilização dos produtos descartados mais frequentemente.

Os itens que serão progressivamente banidos são pratos, talheres, cotonetes, canudinhos, agitadores de bebidas, varas para balões e caixas de alimentos e bebidas feitas de poliestireno expandido e oxibiodegradáveis (que se fragmentam em microplásticos). As bitucas de cigarro também integram a legislação e são apontados como o segundo maior poluente na lista de plásticos descartáveis. Para combater sua utilização, o Parlamento Europeu já havia aprovado um regime de responsabilidade alargada em conjunto com os produtores — por exemplo, na recolha e tratamento destes resíduos.

Os produtos de uso único são feitos total ou parcialmente de matéria plástica e destinam-se, em geral, a serem utilizados uma única vez ou durante um curto período de tempo antes de serem inutilizados. Os Estados-Membros da UE firmaram, até 2029, o objetivo de recolhimento de 90% de garrafas de plástico, e estas terão de conter, pelo menos, 25% de material reciclado até 2025 e 30% até 2030.

A decisão do último dia 21 do Conselho da UE é a última etapa do processo e garante a implementação das decisões tomadas pelo Parlamento Europeu no final de março.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail