130 anos de aquecimento global são convertidos em música

eCycle

Estudante converte temperaturas médias de 130 anos em canção e o resultado não é musica para os ouvidos. É um alerta sobre o Aquecimento Global

Musico tocando violino

130 anos em 130 notas musicais. Partindo dessa ideia, o estudante da Universidade de Minessota, nos EUA, e violoncelista Daniel Crawford compôs a música "A song of our warming planet" ("Uma música do nosso planeta que está se aquecendo", em tradução livre). Como o título expressa, a composição é para fazer o ouvinte refletir.

A musica foi composta a partir de dados do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da NASA, referentes à média de temperatura global anual, de 1880 até 2010. A lógica das notas musicais é que elas sobem meio tom a cada 0,5°C mais quente no ano. O resultado foi uma música inicialmente suave, que se torna uma trilha agoniada em seu final. Ela não foi concebida para ser uma canção bonita nem uma grande obra musical. Segundo o seu autor, a música tem como objetivo ser outro modo de informar as pessoas a respeito das mudanças climáticas globais, sendo uma ferramenta alternativa aos mapas ou gráficos, já utilizados pelos cientistas.

A composição de uma canção perturbadora sobre um tema que não queríamos ter que abordar é uma ótima iniciativa para conscientizar as pessoas. Apesar de não ser música para os ouvidos, o tema deve ser encarado seriamente. Segundo previsões dos cientistas, se a média anual de temperatura continuar crescendo nos níveis atuais, vai chegar uma hora em que não haverá mais notas no instrumento de Daniel Crawford para compor esse tipo de canção (veja mais aqui sobre os diversos efeitos causados pelo aquecimento global, e também como combatê-lo).

Veja o vídeo de "A song of our warming planet" abaixo:


Fonte: io9.com

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail