Goma de mascar pode ser transformada em resina plástica

eCycle

Feita com chicletes consumidos, a Ecogoma tem a possibilidade de ser utilizada em diferentes aplicações

Quase todo mundo já mascou um chiclete pelo menos uma vez na vida. Mas você já parou para pensar o que acontece com ele depois que é jogado fora? A partir de agora, uma das guloseimas favoritas de crianças e adultos podem ter outras utilidades mesmo depois de consumida.

Osvaldo Leonel Júnior, estudante de Química nas Faculdades Integradas de Avaré (Fira), no interior de São Paulo, achou um destino diferente para a goma de mascar. O estudante desenvolveu uma resina feita a partir de chiclete já consumido, a Ecogoma.

Ela é composta por três tipos diferentes de polímeros (borracha butílica, poliisobutileno e acetato de vinila), escolhidos de acordo com sua estrutura molecular e afinidade física, sem contar a própria goma. O objetivo do produto é descartar a goma de mascar corretamente.

No início, Osvaldo criou o composto apenas para fins acadêmicos, mas a inovação acabou se tornando demanda do mercado. A empresa Ecological Plásticos, produtora de resinas da qual o estudante é sócio, foi convidada a criar o material.

Logística reversa

Além disso, outras empresas, como a americana TerraCycle, procuraram Osvaldo para tornar viável o processo de transformação do chiclete em um composto que fosse capaz de ser utilizado na fabricação de outros produtos. E é nesse estágio que a Ecogoma se encontra, podendo ser convertida em equipamentos já utilizados no processo de resinas recicladas.

A TerraCycle também ficou encarregada de fazer a logística reversa das gomas pós-consumo, ajudando nas pesquisas necessárias e fornecendo os materiais para testes.

Osvaldo contou com o auxílio dos professores Fernando Lanfredi e Otavio Augusto Martins nas etapas de polimerização da goma e descontaminação química e física dos chicletes descartados. Após esse processo, dois agentes são adicionados ao material.

O resultado final é uma resina que pode ser utilizada em diferentes aplicações, como impermeabilização de produtos, além de poder ser transformada, assim como outros itens que são matéria-prima para reciclagem plástica, por meio de processos convencionais, como moldagem por injeção e por laminação.

O composto já está sendo comercializado pela Ecological Plásticos (clique aqui e entre no site oficial), que produz cerca de 40 toneladas da goma por mês.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail