Google joga o calor de seus servidores descarga abaixo

eCycle

Empresa usa água reciclada da descarga para esfriar seu Data Center no oeste da Geórgia

Em 2007, quando a Google abriu seu primeiro Data Center- centro de dados, na Georgia, os aparelhos eram resfriados com a mesma água que chegava às casas das pessoas. Com o passar do tempo, os pesquisadores descobriram que a água da rua não era limpa o suficiente para refrigerar seus equipamentos, era necessário usar água potável.

Mas essa realidade mudou. Em março de 2012, a companhia afirmou que seu Data Center é resfriado com 100% de água reciclada. A Google acredita que a medida, no futuro, reduzirá gastos, mas afirma que o mecanismo foi pensado para fins ecológicos de preservação e não para aumentar a lucratividade. A central de dados na Bélgica usa um mecanismo parecido.

O município de Douglasville-Douglas que aloja as máquinas do Google, tem 30% de suas águas residuais direcionadas para uma seção especial de tratamento financiada pela Google. Depois de limpa, a água serve para resfriar os equipamentos da mesma. A medida auxilia a prefeitura da cidade no tratamento de esgoto e ajuda a empresa ao mesmo tempo.

Microsoft e Facebook também estão inovando para reduzir o uso de recursos naturais. A nova central da empresa Facebook no Estado de Oregon, por exemplo, esfria seus servidores usando ventos que vêm diretamente do deserto.

Tradicionalmente, os centros de armazenamento de dados operam com temperaturas de 15 até 26 graus Celsius, mas o Google e outras empresas descobriram que as máquinas aguentam temperaturas muito mais altas sem prejuízo do material. Isso abriu portas para novas possibilidades de aproveitamento e deu um novo sentido para as descargas dadas em Douglasville-Douglas.

Fonte: www.wired.com


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail