Embrapa apresenta produção de tomate com menos resíduos tóxicos

eCycle

Empresa promete uma série de técnicas simples que aumentará a produção e reduzirá o veneno colocado no produto

A Embrapa Solos, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária no Estado do Rio, apresentou essa semana, no município de São Sebastião do Alto, a tecnologia chamada Tomatec. As pesquisas prometem aumentar a produção do tomate e reduzir o resíduo de agrotóxicos. Os estudos mostram que qualquer espécie pode ser cultivada e a ela aplicada o novo método. A principal mudança se dá na maneira como os tomates passam a ser ensacados (agora junto com as ramas), o que evita o surgimento de pragas, mas também há outras mudanças.

Não se trata, porém, de produção orgânica, porque ainda é usado algum tipo de componente químico na produção, mas em menor escala.

A tecnologia desenvolvida pela Embrapa Solos baseia-se em pontos que podem ser adotados por qualquer agricultor. Um deles é a introdução do sistema de plantio direto, que envolve rotação de culturas, para o solo não ficar contaminado por pragas e doenças que atingem o tomate.

O sistema permite o cultivo de qualquer variedade de tomate e aposta na simplicidade, de forma que possa ser posto em prática por pequenos agricultores. Trata-se de cultivar o tomate de maneira vertical e não inclinada, como de costume. Assim, cria-se um microambiente úmido ao redor das plantas, favorecendo o crescimento dos frutos. A rotação do solo também é muito importante porque deixa a terra sempre protegida do sol e lidando com demandas diferentes.

A Embrapa é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, funciona desde 1973, e seus objetivos são: a produção de conhecimento científico e desenvolvimentos de técnicas de produção para a agricultura e pecuária.

Com informações da Agência Brasil


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail