Novo tipo de bactéria transforma papel em biocombustível

eCycle

Quem diz que o jornal de papel está com os dias contados pode repensar essa ideia. Isso graças a uma bactéria recém-descoberta que torna viável a transformação de papel jornal em biocombustível

Cientistas da Universidade de Tulane, em Nova Orleans (EUA), descobriram um novo tipo de bactéria que pode converter papel em butano, um biocombustível que pode ser usado em substituição à gasollina.

Há experiências com cópias de um jornal local de Nova Orleans que são um verdadeiro sucesso.

A espécie bacteriana, chamada TU-103, é única em sua habilidade de produzir butanol diretamente da celulose, um composto orgânico encontrado em plantas e no papel. Os cientistas descobriram essa bactéria em excrementos de animais, cultivaram-na e desenvolveram um método para usá-la para produzir biocombustível.

De acordo com cientistas, cerca de 323 milhões de toneladas de materiais que contêm celulose e poderiam servir para produzir butanol acabam parando em aterros, a cada ano, nos Estados Unidos.

“Bio butanol, produzido a partir da celulose, reduziria dramaticamente as emissões de dióxido de carbono em comparação com a gasolina e teria um impacto positivo com relação aos aterros sanitários”, disse David Mullen, o professor que descobriu a espécie de bactéria, em conjunto com dois de seus alunos do Departamento de Células e Biologia Molecular.

Pesquisadores tentaram produzir biocombustível de butanol com outros tipos de bactérias, mas apenas a TU-103 pode crescer e produzir biocombustível na presença de oxigênio. As outras espécies morrem quando estão em contato com O2.

Por ter essa imensa vantagem, a TU-103 diminui muito os custos de produção do biocombustível.

Como biocombustível, o butanol é superior ao etanol porque pode facilmente ser combustível de veículos já existentes sem modificações no motor, e contém mais energia, o que significa a melhor milhagem de gás.

Butanol é também muito menos corrosivo do que outros biocombustíveis, o que significa que pode ser facilmente transportado através de gasodutos já existentes, sem risco de danos.


Veja também:


 

Comentários  

 
-1 #1 2013-11-01 15:48
Olá!

Estou cursando Tecnologia em Biocombustível, achei a matéria super interessante!
Queria saber mais detalhes a respeito, onde posso encontrar um artigo científico tratando sobre o assunto? Gostaria de saber também qual é a espécie TU-103.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail