Documento da Rio+20 é aprovado e desagrada ONGs

eCycle

Chefes de Estado terão possibilidade de alterar texto, mas tendência é a manutenção integral

Na tarde desta terça-feira foi aprovado o texto oficial da Rio+20 em uma plenária informal envolvendo equipes de negociação de diversos países. O rascunho será enviado na quarta-feira para chefes de Estado que poderão fazer críticas ou manter o texto como está. A União Europeia e ONGs ambientalistas criticaram duramente o documento, classificando-o como incapaz de estabelecer compromissos concretos.

As negociações sobre o texto se estenderam ao longo da madrugada de segunda para terça. No entanto, os principais pontos polêmicos foram deixados de lado para que o consenso pudesse ser “costurado” pelos países membros a tempo de se tirar alguma resolução até o dia 22. De acordo com portais de notícia, o documento não traz nenhuma obrigação concreta de ação em favor do desenvolvimento sustentável.

A União Europeia defende que haja metas em áreas relacionadas à água, energia e eficiência dos recursos hídricos, além de que o texto seja discutido em aberto entre os chefes de Estado.

O principal avanço é o reconhecimento da urgência com relação à preservação da biodiversidade marinha em águas internacionais. De acordo com a Agência Brasil, há o compromisso de se trabalhar, em caráter de urgência, nessa questão, e a intenção de se desenvolver um instrumento internacional para lidar com o assunto, sob a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar.

Insatisfação

Para o WWF-Brasil, está claro que os diplomatas estão fracassando nas negociações, pois priorizam interesses nacionais em detrimento de acordos que beneficiem todo o planeta.

"Não há sentido falar em interesses nacionais sem um planeta saudável. Por isso, esperamos que os chefes e ministros de Estado salvem a Rio+20 nos próximos três dias. Nossos governantes não foram eleitos nem são pagos para fugirem de suas obrigações", ressaltou a secretária-geral do WWF-Brasil, Maria Cecília Wey de Brito.

Outras ONGs, como Greenpeace e Deep Sea Conservation Coalition também se declararam insatisfeitas com o andamento da Rio+20 até o momento.

Com agências de notícias

Veja também:
-Especialistas defendem gestão integrada e responsável da água
-Rio+20 traz eventos e debates até o dia 22


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail