Internet e novas tecnologias reduzem emissões, diz ONU

eCycle

A banda larga pode ser a forte aliada na redução de CO2

O uso adequado das tecnologias de informação e comunicação (TIC) pode reduzir consideravelmente as emissões de gás estufa até 2020. Os dados são da União Internacional de Telecomunicações (UIT), ligada à Organização das Nações Unidas (ONU). A pesquisa mostra que a internet banda larga será fundamental na redução de CO2 no futuro e sua meta é alcançar as discussões de sustentabilidade da conferência Rio+20 e mostrar os caminhos que as TICs dão para reduzir a poluição.

O relatório afirma que se houver a democratização do mundo digital e se todas as pessoas do mundo puderem ter acesso à banda larga, será um grande avanço para o meio ambiente e para os investidores.

Em 2008, as instituições WWF e a Ecofys apontaram dez áreas em que a banda larga ajudaria na redução dos danos ambientais. De acordo com as pesquisas da época, as emissões de CO2 seriam evitadas em cerca de um bilhão de toneladas.

É simples imaginar como a internet ajuda as pessoas na vida profissional. Antes, as empresas usavam telegramas, que utilizavam sistema de transporte e papel. Hoje, as conversas e acordos são todos fechados por e-mail. A vida doméstica também mudou. Por exemplo: não compramos mais CDs, não revelamos fotos e até supermercado pode ser feito sem ter que usar o carro. Imagine se todas as pessoas começarem a usar a internet com mais frequencia? Haverá muito menos gastos de recursos materiais, pelo menos é isso que a pesquisa pretende mostrar.

Confira o relatório na íntegra e veja o vídeo abaixo (em inglês) com o secretário geral da UIT, Dr. Hamadoun Touré, e o chairman do Grupo de Trabalho de Mudanças Climáticas, Hans Vestberg:


Fonte: ONUBR

Veja também:
-Companhias aéreas terão de pagar pela poluição atmosférica na Europa


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail