Reciclagem no Brasil: latas de alumínio seguem no topo; embalagens PET aumentam índice

eCycle

Embalagens longa vida, apesar do aumento, seguem com índice baixo em comparação a outros itens

Quando o assunto é reciclagem de materiais no Brasil, as latinhas de alumínio são líderes, as embalagens PET estão em ascensão e as longa vida ainda patinam. É esse o apontamento presente nos Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS) Brasil 2015, lançado em junho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge).

O Brasil manteve a liderança mundial na reciclagem de latas de alumínio (que dura desde 2001), com um índice de 97,9%. Apesar da conscientização ambiental, o alto valor do quilo do alumínio em comparação com outros materiais ainda é uma razão que alavanca os números, pois estimula a ação de catadores. A disponibilidade intensa e a facilidade de transporte também contam a favor do material.

A reciclagem de embalagens PET aumentou significativamente em dez anos. O índice de reciclagem era de 35% em 2002 e foi para 58,9% em 2012. Já as embalagens longa vida ainda não deslancharam, principalmente pela necessidade de separação dos materiais que as compõem (plástico, alumínio e papel). Em 2012, 29% dessas embalagens foram recicladas.

Para acessar o estudo completo, clique aqui. Para saber como e onde reciclar diversos materiais, clique aqui. Para entender tudo sobre o alumínio, clique aqui.

Imagens: Jcnet e Ibge

Veja também:


-Onde reciclar latas de alumínio?

-Brasil mantém liderança mundial na reciclagem de latas de alumínio

- Alumínio: o que é? Quais suas propriedades? Quais os impactos que ele pode trazer ao homem e ao planeta?


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail