Promessa fajuta: conheça sete alimentos que parecem saudáveis, mas não são

eCycle

Muitos desses alimentos possuem muito açúcar e devem ser consumidos com moderação

Alguns alimentos parecem saudáveis mas não fazem bem à saúde

Na correria do dia-a-dia,  produtos prontos para o consumo acabam sendo a alternativa que resta no horário entre refeições. Na tentativa de não ingerir guloseimas, produtos com aparência mais saudáveis ganham adeptos. Mas é necessário ficar atento. Em alguns casos, o que parece, não é. Confira abaixo uma breve lista sobre alimentos que não fazem bem apesar de ter aparência de trazerem benefícios à saúde, mas podem acabar ajudando a desenvolver problemas:

  1. Barrinha de cereais: são práticas e contêm fibras, mas tome cuidado com alguns dos variados tipos existentes no mercado. Isso porque muitas são ricas em sódio e açúcar. Na próxima vez que comprar uma, verifique os ingredientes que estão no rótulo. Geralmente o componente que está em primeiro lugar na lista de ingredientes é o que compõe o produto em maior quantidade. Por isso, procure as marcas em que as fibras estão no começo da lista. Dê preferência também às barrinhas que contêm frutas, flocos de milho, aveia, mel e castanhas (veja mais aqui);
  2. Suco de caixinha: possuem corantes e aromas artificiais que não são saudáveis ao organismo. E o pior está na quantidade de açúcar, que é equivalente à inserida em refrigerantes (às vezes é até maior). Sem contar o sódio, que se ingerido em grande quantidade pode sobrecarregar os rins e aumentar a chance desenvolvimento de pressão alta em um futuro próximo. O suco de caixinha, inclusive, é considerado como uma das causas da obesidade infantil. Uma alternativa é o suco natural ou a água. Como o suco natural dura só três horas sem estragar, basta misturá-lo com água de coco para retardar o processo de oxidação e ainda aumentar as propriedade de hidratação;
  3. Peito de peru: alimentos como esse estragam facilmente. Para prolongar a duração, indústrias utilizam nitritos e nitratos (substâncias químicas que, segundo pesquisa, se forem consumidas em quantidade elevada e por muito tempo, podem causar câncer). Mesmo o peito de peru sendo uma alternativa mais saudável ao presunto, os problemas persistem. Peito de peru, presunto, salsicha e mortadela (ou seja, as carnes processadas) devem ser ingeridas apenas uma vez por semana, e com preferencia aos que não tiverem capa de gordura;
  4. Sobremesa láctea: produzida com queijo petit suisse, essas sobremesas com cara de iogurte possuem pouca quantidade de cálcio, que é essencial para o crescimento e fortalecimento dos ossos da criança. No primeiros anos de vida da crianças, evite esses alimentos porque os corantes artificiais estão relacionados a alergias e hiperatividade (veja mais aqui). Para satisfazer a vontade de seus filhos e ainda manter a saúde deles, bata um iogurte natural junto da fruta preferida da criança e adicione, se ele quiser, açúcar mascavo;
  5. Leite de soja: uma proteína de difícil digestão e que causa alergia assim como a lactose (presente no leite da vaca). Para as crianças, é recomendável substituir os derivados de soja (principalmente bebidas) pelo leite de cabra ou de arroz (veja mais aqui);
  6. Cereal matinal: os cereais são fonte de energia porque contêm grãos de milho (amido), mas com uma grande quantidade de açúcar. Portanto, prefira cereais sem açúcar. Para que ele não fique "sem graça", coloque na tigela do cereal uma fruta doce (morango ou banana), granola (uma excelente fonte de fibras, vitaminas e minerais) e um pouco de mel;
  7. Produtos light e diet: parecem ser mais saudáveis do que os tradicionais, mas só são indicados em casos bem específicos. Por exemplo: crianças só devem ingerir produtos "dietéticos" se apresentarem obesidade ou diabetes. Esse tipo de alimento tem menos açúcar, mas para continuar com o sabor, os fabricantes adicionam grande quantidade de sódio, na maior parte dos casos. E, apesar de ser vilão quando consumido em excesso, o açúcar é fonte de energia e as crianças precisam dele para crescerem. O mais recomendável é ingerir açúcar presente em frutas e massas, e com moderação.

Para conhecer algumas dicas sobre alimentação saudável, visite a seção Alimentos do Consuma Consciência.


Veja também:


 

Comentários  

 
+1 #1 2013-06-05 14:45
Interessante...
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail