Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda mais sobre a barata, o inseto que sobreviveu ao asteroide que matou os dinossauros

A barata, do subgrupo Blattaria, é um inseto noturno que existe há mais de 300 milhões de anos. Embora seja impossível estimar o número exato de baratas no mundo, especialistas acreditam que existem cerca de 4 mil espécies do inseto. 

Elas passam por três estágios de vida — ovos, ninfas e adultas — e colocam seus ovos em um tipo de casulo que pode conter entre 16 a 50 ovos cada. Dependendo de condições climáticas e outros fatores, as baratas podem viver até 12 meses, o que é um tempo grande para um inseto. 

Sendo um inseto perseverante, capaz de sobreviver até nas condições mais precárias, muitas espécies de baratas são consideradas pestes. Uma vez que infestam um local, é muito difícil se livrar delas. Além disso, esses insetos podem trazer riscos de saúde para os humanos.

É um animal onívoro, que se alimenta de tudo, incluindo o lixo. Por isso, e por habitar majoritariamente lugares sujos, a barata pode ser responsável pela transmissão de diversas doenças ao ser humano, incluindo salmonella, e gastroenterite. Ela é capaz de carregar 33 tipos de bactéria, seis tipos de vermes parasitas e sete tipos de patógenos conhecidos.  

Mesmo preferindo climas tropicais, as baratas podem se adaptar a qualquer tipo de clima, incluindo o do Ártico. Portanto, esses insetos podem ser encontrados ao redor do mundo todo. 

Assim como as formigas, as baratas são animais sociais. Suas fezes e outras partes de seu corpo liberam feromônios que atraem outras baratas como uma forma de comunicação. 

Como sobrevivem 

Um dos fatos mais interessante sobre a barata é o fato de habitarem a Terra desde a época dos dinossauros, além de terem conseguido sobreviver ao asteroide que causou o extermínio da espécie. Mas, afinal, como conseguiram? 

Especialistas alegam que sua sobrevivência e perseverança se dá por conta de sua fisionomia. A barata é um animal achatado, o que possibilita que se escondam em lugares apertados e estreitos, o que pode ter ajudado quando o asteroide atingiu o planeta. 

Embora outros tipos de animais tenham sobrevivido ao impacto, eles podem ter morrido após as mudanças resultantes da colisão com o corpo celeste. Porém, as baratas possuem outras características que possibilitaram sua sobrevivência. 

A mudança do clima, em conjunto com outras consequências do asteroide, impossibilitou o crescimento de diversas espécies de plantas que serviam como alimento para os animais. Contudo, por serem onívoros e não se limitarem a comer apenas um tipo de alimento, as baratas também conseguiram sobreviver após a colisão. 

Além de serem onívoras, as baratas também podem viver um mês inteiro sem comida, uma semana sem água e podem prender a respiração por um total de 40 minutos. 

Isso tudo em conjunto com sua adaptação ao clima possibilitou que as baratas se tornassem um dos animais mais perseverantes da história. 

Como evitar baratas na sua casa

Embora difícil, existem algumas dicas que podem ajudar a evitar a aparição de baratas em seu espaço pessoal. 

Deixar o seu ambiente limpo, por exemplo, já pode ajudar. Atraídas pelo cheiro de comida, é importante limpar qualquer resto de alimento que pode estar espalhado pela casa. Seja na pia, no chão ou até em embalagens fechadas incorretamente, a barata pode sentir-se atraída para o odor. 

O acúmulo de jornais, papéis ou caixas de papelão também pode ser um risco. Esses ambientes são propícios para as baratas botarem seus ovos, então, preste atenção para qualquer “casulo” marrom — essas cápsulas de ovos parecem com feijões. 

Não deixe comida ou água de seus animais de estimação para fora, destampados ou acessíveis durante a noite. Embora consigam viver sem comida, as baratas precisam de água para sobreviver, portanto, certifique-se de consertar qualquer possível vazamento na sua casa. 

Conserte ou tampe qualquer fenda, incluindo aquelas que ficam em tomadas. 

Como se livrar das baratas naturalmente 

O uso de inseticidas para o extermínio de baratas pode não ser eficaz. Especialistas sugerem que as espécies mais comuns do inseto estão criando uma tolerância às substâncias presentes no produto. Portanto, o seu uso, além de te expor a substâncias tóxicas, pode não ajudar. 

O melhor jeito de se livrar da barata é pela precaução, mantendo um ambiente limpo, é mais fácil que elas não se sintam atraídas para o seu espaço. Porém, isso nem sempre ajuda. 

Para criar uma armadilha que não mate os animais, cole pedaços de jornal em uma jarra de vidro. Passe vaselina dentro da boca da jarra e coloque pedaços de comida dentro dele. Atraídas pelo cheiro, as baratas vão entrar pela abertura da jarra, mas não vão conseguir escalar de volta por conta da vaselina. 

Deixe a armadilha do lado de fora, deitada para que o inseto consiga sair.