O que é biosfera

eCycle

Biosfera é o conjunto de todos os ecossistemas da Terra

Biosfera é o conjunto de todos os ecossistemas da Terra. A palavra deriva do grego bíos, vida e sfaira, esfera, que significa esfera da vida. Incluem-se na biosfera todos os organismos vivos que habitam o planeta, embora o conceito seja geralmente alargado para incluir também os seus habitats.

A biosfera é composta por uma rede de interligações entre todos os organismos e o meio físico. É nela que os fatores físicos e químicos formam o ambiente propício para a vida.

Características da biosfera

A biosfera inclui todos os ecossistemas da Terra, desde as altas montanhas (até 10.000 m de altura) até o fundo do mar (até cerca de 10.000 m de profundidade). Nesses diferentes locais, as condições ambientais também variam. Assim, a seleção natural atua de modo diversificado sobre os seres vivos em cada região.

Sob grandes profundidades no mar, por exemplo, só sobrevivem seres adaptados à grande pressão que a água exerce sobre eles e a baixa ou ausente luminosidade. Já nas grandes altitudes montanhosas, sobrevivem seres adaptados a baixas temperaturas e ao ar rarefeito. Na biosfera, o ar, a água, o solo, a luz e a matéria orgânica são fatores diretamente relacionados à vida. Isso significa que a biosfera é constituída por elementos que se encontram em outras esferas da Terra e que são essenciais para a manutenção da vida presente nela.

Vale ressaltar que a biosfera é uma pequena porção do planeta, uma vez que, à medida que nos afastamos de sua superfície, as condições necessárias à vida tendem a diminuir. Estima-se que a biosfera tenha entre 13 e 19 km de espessura.

A biosfera se relaciona com as outras camadas do planeta Terra. Todas as camadas estão relacionadas entre si:

  • Litosfera: é a camada sólida, formada pelo solo e rochas;
  • Hidrosfera: é a camada líquida, formada pelos rios, lagos e oceanos;
  • Atmosfera: é a camada gasosa;
  • Biosfera: é a camada habitada pelos seres vivos que integra os ambientes terrestre, aéreo e aquático.

Biosfera ou ecosfera

A palavra ecosfera pode ser considerada sinônimo de biosfera, já que ambos os termos referem-se à camada da Terra habitada pelos seres vivos. No entanto, o conceito de ecosfera é mais utilizado para dar ênfase nas inter-relações entre os seres vivos e o meio abiótico.

Divisão da biosfera

A biosfera pode ser dividida em três subcategorias distintas, chamadas de biociclos. Cada biociclo é composto por diferentes biomas.

Epinociclo

Essa divisão da biosfera é composta pela fração terrestre da Terra. O biociclo possui quatro meios geograficamente localizados para abrigar determinada espécie de ser vivo, chamados de biócoros. Nesse caso, os biócoros do epinociclo são os desertos, as florestas, as savanas e os campos.

  • Desertos: Saara, Arábia, Calaári, Líbia;
  • Florestas: Floresta Amazônica, Floresta boreal do Alasca, Mata Atlântica;
  • Savanas: Caatinga, Serengueti na África, Cerrado, Pantanal;
  • Campos: Relvado (pradaria), Estepes, Pampa.

Limnociclo

Esse biociclo é formado por ambientes aquáticos e é habitado por animais de água doce. Os biócoros desse biociclo são:

  • Águas lênticas: sistemas onde as águas ficam paradas (pântanos, lagoas, brejos);
  • Águas lóticas: sistemas onde as águas são correntes (rios, riachos, córregos).

Talassociclo

O talassociclo consiste na porção dos oceanos, onde vivem os animais marinhos. De acordo com a categoria, esses animais podem ser divididos em:

Néctons: animais de grande porte que podem nadar rapidamente, vencendo a densidade da água do mar. Os biócoros desses animais marinhos são:

  • Zona nerítica: região que próxima à superfície. Representa o limite com maior biomassa e produtividade aquática, abrigando um grande número de organismos;
  • Zona batial: localizada abaixo da zona nerítica, situa-se entre 200 e 2000 metros de profundidade;
  • Zona abissal: ambiente situado entre 2000 metros de profundidade e o substrato oceânico, sendo uma região totalmente sem luz e onde habitam poucas formas de vida.

Plânctons: organismos minúsculos que habitam a superfície do oceano. Por não possuírem habilidades de deslocamento, vivem subordinados às correntes marítimas e servindo de alimento para outros animais.

Bentons: são seres maiores que vivem no fundo do oceano e passam a maior parte do tempo fixados em rochas ou sob a areia do fundo do mar.

O programa “O Homem e a Biosfera”

Sabe-se que o desequilíbrio da biosfera é causado pela interferência humana na natureza. Com o objetivo de promover o conhecimento, a prática e os valores humanos para implementar as boas relações entre as populações e o meio ambiente em todo o planeta, o programa O Homem e a Biosfera (MaB – Man and the Biosphere) foi criado como resultado da "Conferência sobre a Biosfera" realizada pela UNESCO em 1968.

O MaB é um programa de cooperação científica internacional sobre as interações entre o ser humano e seu meio. Ele busca o entendimento dos mecanismos dessa convivência em todas as situações bioclimáticas e geográficas da biosfera, procurando compreender as repercussões das ações humanas sobre os ecossistemas da Terra. O programa desenvolve duas linhas de ação:

  • O aprofundamento direcionado das pesquisas científicas, para o melhor conhecimento das causas da tendência de um aumento progressivo da degradação ambiental do planeta;
  • A concepção de um inovador instrumento de planejamento, as Reservas da Biosfera, para combater os efeitos dos citados processos de degradação, promovendo a conservação da natureza e o desenvolvimento sustentável.

Reservas da Biosfera são áreas de ecossistemas terrestres ou marinhos reconhecidas pelo programa como importantes em nível mundial para a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável e que devem servir como áreas prioritárias para experimentação e demonstração dessas práticas.

As Reservas da Biosfera são o principal instrumento do Programa MaB e compõe uma rede mundial de áreas voltadas a Pesquisa Cooperativa, a Conservação do Patrimônio Natural e Cultural e a Promoção do Desenvolvimento Sustentável.

Para tanto devem ter dimensões suficientes, zoneamento apropriado, políticas e planos de ação definidos e um sistema de gestão que seja participativo envolvendo os vários segmentos do governo e da sociedade.

No Brasil existem sete Reservas da Biosfera:

  1. Mata Atlântica (1992);
  2. Cinturão Verde de São Paulo (1993);
  3. Cerrado (2000);
  4. Pantanal (2001);
  5. Caatinga (2001);
  6. Amazônia Central (2001);
  7. Serra do Espinhaço (2005).

Importância de conservar a biosfera

Como visto, o termo “biosfera” se refere a todos os elementos naturais que fornecem e permitem a vida na Terra, como o solo, a água e a atmosfera. Por isso, é extremamente importante conservá-la, uma vez que seu desequilíbrio afeta todos os ecossistemas do planeta.


Fonte: impa

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×