Sete doenças com sintomas na boca

eCycle

Sintomas na boca podem apontar para diferentes doenças: hormonais, estomacais e até cardíacos

A boca tem diversas funções. Ela é o canal pelo qual introduzimos os alimentos que suprem as demandas do nosso corpo. Capaz de evidenciar expressões e sentimentos de afeto ou irritação, é ela, com a ajuda da língua e da respiração, que nos permite exprimir ideias a partir da fala. E, além de tudo isso, a boca é capaz de passar informações que nem mesmo nós sabemos. Conheça sintomas que se manifestam na boca, mas podem indicar doenças sérias, como problemas cardíacos e intolerância a glúten.

Sangramento na gengiva - desequilíbrio hormonal

Receptores hormonais estão localizados no tecido da sua gengiva. Gestantes experienciam sangramento de suas gengivas durante a gestação não por problemas dentais, mas devido à produção de hormônios necessária para acomodar o desenvolvimento do feto, assim como ocorre na menopausa. Mulheres também apresentam gengivas mais sensíveis durante o ciclo menstrual.

Boca vermelha, língua inchada - deficiência nutricional

Se os cantos da boca estão vermelhos, isso pode ser um sinal de deficiência da vitamina B6. Uma língua inchada, brilhante ou avermelhada, pode indicar deficiência de ferro no corpo, falta de vitaminas E, B2 ou B3. Uma língua pálida pode indicar anemia ou deficiência de biotina. É importante informar seu médico sobre qualquer mudança de cor na língua ou no corpo em geral.

Dentes quebradiços ou frágeis - doença de refluxo gastroesofágico

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) ocorre quando o ácido estomacal sobe do estômago até a sua boca. O estômago produz pepsina, que digere e destrói as proteínas, e ácido clorídrico, um ácido bem forte de pH inferior a dois. A presença dessas substâncias na boca prejudica os dentes, tornando-os frágeis e quebradiços porque o ácido desgasta o esmalte dental. O tratamento depende da gravidade da DRGE, podendo variar entre alterações no estilo de vida (parar de fumar, beber, deitar após refeições), medicamentos ou cirurgia. Consulte seu médico ou seu dentista caso tenha dúvidas. Veja aqui dicas caseiras para brecar o refluxo gástrico.

Mau Hálito - problemas estomacais

Se você escova os dentes e passa o fio dental regularmente e o mau hálito persiste, ele pode estar relacionado a problemas estomacais ou até a complicações no fígado ou nos rins. É válido avisar seu médico sobre qualquer mudança no hálito e visitar o dentista regularmente.

Dentes gastos e retos e dores de cabeça - estresse

Dentes retos e gastos, assim como dores de cabeça matinais e dores no maxilar são sinais claros de bruxismo, que nada mais é do que o ranger dos dentes. Em muitos homens, o bruxismo se apresenta como uma dor no pescoço. Para mulheres, se apresenta na forma de enxaquecas. Para se proteger do bruxismo, visite seu dentista e consiga uma placa interoclusal (também conhecido como placa oclusal, protetor noturno, placa de mordida), como pode ser visto no vídeo abaixo. Gerenciamento de estresse, como fazer atividades físicas, pode ajudar.

Aftas - intolerância a glúten

Aftas podem ser uma indicação de intolerância a glúten (doença celíaca) ou uma deficiência mineral de zinco. Doença celíaca é uma doença autoimune provocada pela presença de glúten em sua dieta. Estudos recentes indicam uma ligação entre a intolerância ao glúten e o aparecimento de aftas. Sintomas incluem diarreia, vômito, perda de peso, anemia, fraqueza das unhas, queda de pelos e alterações no ciclo menstrual. Converse com seu médico ou dentista sobre uma possível ligação caso você tenha aftas recorrentes ou apresente sintomas de doença celíaca.

Gengivite e inflamação - problemas cardíacos

A saúde bucal tem grande impacto na saúde cardíaca. Bactérias presentes na boca migram por bacteremia para a corrente sanguínea e chegam até o coração. Segundo um estudo do Instituto do Coração, 45% das doenças cardíacas têm origem na boca. Mesmo que a inflamação não esteja espalhada em uma grande expansão da gengiva, a bactéria estará circulando pela corrente sanguínea, desgastando o sistema imunológico. Portanto, ao fazer uma limpeza no consultório do dentista, você está diminuindo o processo inflamatório e ajudando seu corpo.

Lembrando que todos esses indícios podem ser confirmados ou não - apenas um médico é capaz de fazer o diagnóstico preciso. Portanto, visite-o caso haja algo de anormal.


Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail