Na Índia, ONG cria estátuas religiosas feitas com ração de peixe para evitar poluição

A estátua de Ganesha abaixo é feita a partir de ração de peixe

Imagem: divulgação

Todas as religiões têm suas tradições e devem ser respeitadas. Mas o que fazer quando um ritual tradicional pode poluir o oceano?

Na Índia, a celebração a Ganesha, deus do hinduísmo, envolve a oferenda de grandes estátuas, que são jogadas ao mar em grandes quantidades e por muitas pessoas. Elas contém substâncias prejudiciais à vida marinha, como zinco, mercúrio, poluentes orgânicos persistentes (POPs) e outros, que poluem a água e matam peixes, por exemplo. 

A ONG Sprouts Environment Trust decidiu bolar uma solução que não desrespeitasse crença alguma. Com a ajuda a Olgivy & Matter Mumbai, a organização desenvolveu estátuas de Ganesha sustentáveis, que são feitas com ração para peixe. Após algum tempo, as imagens são biodegradadas e servem de alimento para a fauna marinha.

Para entender um pouco mais a respeito da iniciativa, dê uma olhada no vídeo (em inglês).

Veja também:
-Monges tailandeses constroem complexo religioso com garrafas de cerveja


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail