Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Os temas de pesquisa devem ampliar os conhecimentos sobre as principais origens da produção de microplásticos, focando em métodos analíticos para identificação de micro e nanoplásticos

Imagem editada e redimensionada de Henry & Co., está disponível no Unsplash

A Fapesp anuncia uma chamada para selecionar projetos colaborativos visando a redução da poluição oceânica por microplásticos, em suporte aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e com vistas à implementação dos objetivos da Declaração de Belém sobre Cooperação Atlântica.

A chamada é lançada em conjunto com a União Europeia por meio da Iniciativa JPI Oceans e com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

Entre as instituições dos diversos países participantes da chamada estão a ANR (França), BMBF (Alemanha), FCT (Portugal) e SEIDI/AEI (Espanha), com as quais a Fapesp mantém parceria ativa.

Os temas de pesquisa devem ampliar os conhecimentos sobre as principais origens da produção de microplásticos, focando em métodos analíticos para identificação de micro e nanoplásticos; no monitoramento de sua distribuição e abundância em sistemas marinhos e dos efeitos que lhe imputa; e ainda no desenho de estratégias que reduzam o despejo de plásticos nos mares, incluindo aí inovações em reciclagem, conscientização pública, mudanças comportamentais e análises socioeconômicas.

As propostas enviadas à Fapesp devem ter um pesquisador proponente no Estado de São Paulo e ao menos dois pesquisadores parceiros estrangeiros, cada um de um país diferente entre aqueles que participam da chamada. Atendida a composição mínima exigida, a participação de pesquisadores parceiros de outros estados brasileiros é encorajada.

No Estado de São Paulo, a Fapesp financiará pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e pesquisa, na modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular, com adaptações específicas para esta chamada. As propostas devem ter duração de até três anos e orçamento máximo de R$ 100 mil anuais.

Proponentes do Estado de São Paulo deverão encaminhar suas propostas exclusivamente via Sage, simultaneamente à submissão da proposta via JPI Oceans a ser feita pelo pesquisador coordenador da proposta, em conformidade com os procedimentos descritos na chamada internacional. A data limite para submissão de propostas é 28 de fevereiro de 2019.

Instruções completas para pesquisadores do Estado de São Paulo estão disponíveis em: www.fapesp.br/12194.


Veja também: