Minnow, o skate feito com redes de pesca que iriam parar no fundo do mar

eCycle

Ele é o primeiro skate no mundo feito de plástico reciclado de redes de pesca

Os oceanos estão virando plástico. Pensando nisso, a Bureo Skateboards criou o Minnow

Nós estamos envoltos em plástico. Basta olhar ao redor e percebe-se que sempre há algo feito do material: seja o copinho do café, a tampa da caneta, a garrafinha de água, ou o mouse do seu computador. E muito desse plástico, se mal descartado, termina nos oceanos, poluindo-os e causando inúmeros danos aos animais marinhos (veja mais sobre em “Microplásticos: um dos principais poluentes dos oceanos").

Quando se fala em poluição dos oceanos por plástico, as redes de pesca têm uma boa parcela de “culpa’’. Isso porque, apesar de poucos saberem, elas são feitas de plástico e são responsáveis por até 10% do lixo plástico que existe nos oceanos. Pensando em uma alternativa para reduzir essa estatística reaproveitando itens, os idealizadores da Bureo Skateboards inventaram o Minnow, o skate que tem como matéria-prima redes de pesca da costa chilena, que acabariam no fundo do mar.

Para conseguir sua matéria-prima, a empresa criou um programa de reciclagem de redes, a NetPositiva , a primeira do gênero no Chile, com postos de descarte espalhados pela costa do país. O resultado dessa iniciativa foi a criação de um skate sustentável, de boa qualidade e altamente durável.

A empresa está dando uma “maõzinha” e tanto para o meio ambiente: para cada skate produzido, são utilizados cerca de 3 metros quadrados de redes. Além de evitar que a rede polua os oceanos, com a reutilização do plástico para fazer o produto, há uma redução de mais de 70% de emissões de gases causadores do efeito estufa, se comparado à utilização de plástico novo.

Com o slogan “Skateboards for plastic - free oceans” (“Skates para um oceano sem plástico”), a Bureo Skateboards já conseguiu mais do que o dobro do que estavam pedindo para financiar o projeto no Kickstarter.

“Assim como uma onda, que começa com uma pequena movimentação no fundo do oceano, nós estamos começando com uma pequena mudança em relação a plástico nos oceanos e, com mais tempo e energia, nós podemos criar essa força de mudança” , diz Ben R. Kneppers, um dos sócios, sobre a missão da empresa, no vídeo para promover o produto. Confira o vídeo abaixo (em inglês):


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail